Natação

31-03-2017 23:05

Recorde absoluto dos 100 metros costas em destaque nos nacionais

O nadador do Louzan Natação, de 19 anos, percorreu a distância em 55,01 segundos, destronando o recorde de 55,42 de Pedro Diogo Oliveira.
Gabriel José Lopes
Foto: Comité Olímpico Portugal

Gabriel José Lopes, nadador português

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O nadador Gabriel José Lopes foi hoje a figura da segunda jornada dos campeonatos nacionais de juvenis, juniores e absolutos, em Coimbra, ao bater o recorde nacional sénior e absoluto na prova de 100 metros costas.

O nadador do Louzan Natação, de 19 anos, percorreu a distância em 55,01 segundos, destronando o recorde de 55,42 de Pedro Diogo Oliveira, do Estrelas de São João de Brito, alcançado em abril de 2015.

O atleta venceu ainda a prova de 400 metros estilos, com o tempo de 4.23,87 minutos.

Nos 100 metros costas femininos, Rafaela Gomes Azevedo, do Algés, obteve mínimos para os campeonatos europeus de juniores em Netanya (Israel), que se realizam de 26 junho a 02 julho, com o tempo de 1.04,44 minutos.

Novamente em destaque, Raquel Gomes Pereira bateu o recorde nacional júnior dos 100 metros bruços, com o tempo de 1.10,00 minutos, e alcançou também os mínimos para os europeus de juniores.

Na quinta-feira, no primeiro dia da competição, a atleta do Algés já tinha batido o recorde nacional de juniores na prova de 200 metros estilos, com o tempo 2.17,22 minutos, roubando 25 décimos de segundo à anterior marca de Victoria Kaminskaya.

Nos 50 metros livres, Miguel Duarte Nascimento obteve mínimos para os mundiais de Budapeste, com o tempo de 22,39 segundos, a três décimos de igualar o recorde nacional absoluto, que pertence a Alexandre Escudier Agostinho.

O nadador do Benfica já tinha alcançado, na quinta-feira, os mínimos para os campeonatos do mundo de piscina longa, na prova de 200 metros mariposa, com o tempo de 1.57,09.

O nadador Guilherme Pina, do Sporting, que no primeiro dia do campeonato se destacou ao bater o recorde nacional absoluto e sénior dos 1.500 metros livres, venceu a prova dos 800 metros livres, com o tempo de 8.07,74 minutos.

Na prova extra de estafeta 4x200 metros livres, no final do segundo dia de competição, o nadador Alexis Santos, do Sporting, bateu o recorde nacional absoluto dos 200 metros livres.

O atleta nadou a distância no primeiro percurso em 1.48,39 minutos, ultrapassando o anterior recorde de 1.48,98 de Luís Vaz, alcançado em julho de 2014.

A equipa do Sporting, formada ainda por Igor Mogne, Guilherme Dias e Pedro Pinotes, venceu a prova extra com o tempo de 7.27,46 minutos, seguido da formação da Fundação Beatriz Santos, que fez 8.38,14.

Conteúdo publicado por Sportinforma