Canoagem

19-04-2017 22:32

Vítor Félix: "Vivemos num país de monocultura desportiva"

Presidente da Federação de canoagem lamenta que o futebol absorva o grosso dos patrocínios
Em 1º Lugar - Vítor Félix

Presidente da Federação de canoagem lamenta que o futebol absorva o grosso dos patrocínios

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O presidente da federação de canoagem, Vítor Félix, lamentou hoje que Portugal "viva muito à base do futebol" e que as outras federações fiquem com "aquilo que sobra e dos restos dos patrocinadores".

"Acho que há dois fatores: um interno e outro externo. No interno, nós, Federação, devemos comunicar melhor no que diz respeito aos nossos resultados e atletas. No fator externo, vivemos num país de monocultura desportiva, que vive muito à base de futebol e que não precisa de praticamente do Estado", começou por afirmar, lamentando: "As outras federações vivem um pouco daquilo que sobra e dos restos dos patrocinadores”.

Em declarações prestadas à margem da apresentação do Promentor Desporto, um projeto desenvolvido entre a Universidade Católica e a Deloitte, que decorreu no auditório daquela instituição, em Lisboa, Vítor Félix recordou que a canoagem "é pequena e com fracos recursos", mas salienta que com "os excelentes resultados não deveria ser altamente dependente do Estado, do IPDJ (Instituto Português do Desporto e da Juventude) e do Comité Olímpico".

O presidente acredita que "um grande patrocinador faria com que a dependência se reduzisse", e frisa que é preciso "continuar a promover o trabalho e continuar a crescer".

Sobre os Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio, Vítor Félix afirmou que a "preparação" já começou, lembrando que os atletas já estão inteirados das "alterações do programa olímpico".

"Vamos começar um novo ciclo. Já estamos a preparar Tóquio 2020 e vão ser aprovadas algumas alterações no programa olímpico em algumas distâncias. Estamos já a trabalhar nesse sentido com vista à participação nas próximas provas internacionais e campeonatos da Europa e do Mundo", terminou.

Conteúdo publicado por Sportinforma