Canoagem

20-05-2017 13:26

Fernando Pimenta conquista medalha de ouro em KI na Taça do Mundo em Montemor-o-Velho

Sem os grandes rivais internacionais dos últimos anos em competição, Pimenta, quinto no Rio2016, impôs-se em 3.26,833 minutos, batendo o francês Maxime Beaumont por 1,930 segundos e esloveno Jost Zakrajsek por 3,275.
Fernando Pimenta
Foto: LUSA

Fernando Pimenta começa a preparar-se para os Jogos Olímpicos de 2020

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Fernando Pimenta começou este sábado o ciclo olímpico Tóquio2020 com a medalha de ouro em K1 1.000 na I Taça do Mundo que decorre até domingo em Montemor-o-Velho.

Sem os grandes rivais internacionais dos últimos anos em competição, Pimenta, quinto no Rio2016, impôs-se em 3.26,833 minutos, batendo o francês Maxime Beaumont por 1,930 segundos e esloveno Jost Zakrajsek por 3,275.

Pimenta vai competir ainda em K1 500 e 5.000.

Emanuel Silva e João Ribeiro foram quartos em K2 1.000, o mesmo lugar que obtiveram no Rio2016, no que foi o melhor desempenho da canoagem lusa no Brasil.

Hoje ficaram a escassas 55 milésimos do bronze conquistado pela Finlândia (Jeremy Hakala/Miika Nykanen), num pódio que teve Ucrânia (Vitaliy Tsurkan/Oleh Kukharyk) e Hungria (Dávid Tóth/Tamás Kulifai) como ouro e prata, respetivamente.

Teresa Portela foi quarta em K1 500 a 3,495 da neozelandesa Ryan Caitlin e a 870 milésimos do terceiro lugar, da húngara Krisztina Fazekas-zur, que ficou atrás da eslovena Spela Janic.

Em C1 1.000, Nuno Barros foi quarto, a quase cinco segundos do pódio, e Filipe Vieira sexto. Em C2 1000, o olímpico Hélder Silva e Huno Silva foram sétimos, a quase sete segundos do pódio, enquanto Bruno Afonso e Marco Apura chegaram no lugar imediato.

No setor feminino, Marta Pinto foi sétima em K1 1.000.

A Taça do Mundo de Montemor-o-Velho reúne cerca de 300 canoístas de 30 países, sendo que em 2016 Portugal conquistou oito medalhas nesta competição.

Conteúdo publicado por Sportinforma