Desporto

23-05-2017 14:02

Presidente da Federação de Padel ambiciona organizar Masters em Lisboa

O diretor do World Padel Tour [WPT], Hernane Ausguste, reconheceu que a "modalidade está a crescer bastante em Portugal".
Padel
Foto: pixabay

Padel

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O presidente da Federação Portuguesa de Padel (FPP), Ricardo Oliveira, manifestou hoje o desejo de organizar um torneio de categoria masters em Lisboa, mas revelou também que as questões monetárias poderão ser um entrave à realização.

"A estrutura que nós montámos é uma estrutura ao nível do masters. Podemos fazer um masters aqui em Lisboa, porque crescemos muito e evoluímos. Só que fazer masters tem custos diferentes de fazer um ‘challenger’, como o ‘prize-money’ que teria que duplicar", começou por explicar, ambicionando: "Vamos tentar fazer isso para o ano, equacionar fazer uma coisa em grande e dar o salto para o masters".

Na conferência de imprensa de apresentação do Lisboa Challenger, também o diretor do World Padel Tour [WPT], Hernane Ausguste, reconheceu que a "modalidade está a crescer bastante em Portugal" e prometeu ainda "um torneio muito maior do que o do ano passado".

Por sua vez, o mais bem cotado atleta da modalidade (84º do ‘ranking’ mundial), Miguel Oliveira, enalteceu o trabalho da FPP: "O agradecimento à federação pelo esforço que tem tido pelos atletas. Nota-se bastante uma evolução, um desenvolvimento e há condições para crescer. Obrigado por apostarem em nós [portugueses]”.

Vasco Pascoal, que fará dupla com Miguel Oliveira, agradeceu o convite para disputar o quadro principal ao lado do compatriota e realçou a "importância de se realizarem torneios desta grandeza" na cidade.

Por fim, o vereador do Desporto da Câmara Municipal de Lisboa, Jorge Máximo, confessou que tem "recebido pedidos" para continuar a apostar na modalidade, esperando que o evento "tenha uma grande visibilidade" internacional.

"Tem sido uma grande aposta e a procura é grande na cidade de Lisboa. O padel vai de encontro a um processo que tem uma capacidade de penetração nos próximos anos. Queremos ser os melhores da modalidade também em Lisboa. Precisamos de ter o máximo de visibilidade neste evento", concluiu.

A segunda edição do Lisboa Challenger decorrerá entre os dias 23 e 28 de maio, no clube VII, Parque Eduardo VII, e terá a participação de 134 jogadores, emparelhados em 67 duplas.

Conteúdo publicado por Sportinforma