Desportos Náuticos

05-06-2017 21:12

Projeto “100% ecológico" de apoio aos desportos náuticos nasce em praia de Viana

Centro deve abrir portas em agosto.
Rio2016: Canoagem slalom: José Carvalho
Foto: Lusa

Desportos Náuticos vão ser a prioridade

Por SAPO Desporto c/lusa sapodesporto@sapo.pt

Um centro de apoio aos desportos náuticos, "100% ecológico" e construído em madeira vai abrir portas em agosto, na praia do Cabedelo, Viana do Castelo, num investimento superior a 350 mil euros, disse hoje à Lusa o promotor.

"Trata-se de um projeto que deu entrada na Câmara de Viana para aprovação em 2008 e que foi sujeito a um criterioso processo de avaliação por parte da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), por estar previsto para uma zona ambientalmente muito sensível, na frente de praia. O equipamento é 100% em madeira", explicou o sócio-gerente da Vianalocals, Rui Rodrigues.

O novo equipamento, que está a nascer em plena praia do Cabedelo deverá entrar em funcionamento em agosto e criar 10 postos de trabalho, dando apoio aos praticantes de surf, windsurf, kitesurf e paddlesurf.

Segundo Rui Rodrigues, o "novo equipamento, desenhado pelo arquiteto Branco Cavaleiro, começou a ser construído em maio e estará concluído em julho".

"É uma infraestrutura há muito ansiada na praia do Cabedelo e que vai ajudar a consolidar esta praia como a Meca dos desportos de mar e vento", afirmou o promotor, garantindo que aquela zona "é muito procurada pelos amantes dos desportos aquáticos, pelas condições que oferece".

A praia do Cabedelo, disse, “é muito frequentada por turistas de todo o país, bem como de França, Alemanha, Noruega, Finlândia, entre outros".

O futuro centro de apoio aos desportos náuticos terá uma área de acolhimento e informação turística, de aluguer e aparcamento de pranchas de surf, windsurf e kitesurf, sanitários e balneários.

Rui Rodrigues sublinhou que a nova infraestrutura "vai responder às necessidades sentidas pela empresa, que desde 2001 promove o turismo náutico, atendendo ao facto de que há muitos desportistas do Norte e Centro da Europa, e da Galiza, que frequentam, periodicamente, aquela praia para a prática daquelas modalidades".

Em abril, a Câmara de Viana do Castelo celebrou com o investidor local um contrato de investimento, permitindo o acesso ao regime de incentivos ao acolhimento empresarial e turístico e à regeneração urbana, em vigor desde 2012.

O novo projeto surge na sequência da intervenção de requalificação que a sociedade Polis Litoral Norte está a realizar no Cabedelo, num investimento superior a 1,5 milhões de euros.

O novo equipamento "permitirá um melhor acolhimento dos turistas que terão ao dispor informação dos desportos náuticos existentes no concelho, e na região, bem como possibilitando o aluguer de equipamentos numa praia com ótimas condições para a prática desportiva".

Na praia do Cabedelo está instalado desde 2013 um Centro de Alto Rendimento de Surf que resultou de uma candidatura conjunta entre a Câmara local e o Instituto do Desporto de Portugal.

A estrutura que custou cerca de um milhão de euros serve de apoio e formação aos desportos náuticos como o surf, bodyboard, windsurf e kitesurf, precisamente uma área definida como "potencial" " para o desenvolvimento do concelho.

Também em 2013 entraram em funcionamento três centros desportivos ligados à náutica de recreio, nomeadamente à vela, canoagem e remo, num investimento de 5,1 milhões de euros, todos integrados no "Centro de Mar" instalado a bordo do antigo navio hospital Gil Eannes, há 18 anos a funcionar como museu.

Conteúdo publicado por Sportinforma