Natação

07-06-2017 13:30

Oito nadadores portugueses na Taça do Mundo de águas abertas de Setúbal

Baía do Sado acolhe a 10ª edição a Taça do Mundo de águas abertas.
Europeus de águas abertas em Berlim
Foto: TOBIAS SCHWARZ

Baía do Sado acolhe a 10ª edição a Taça do Mundo de águas abertas.

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Oito nadadores portugueses vão marcar presença na 10.ª edição da Taça do Mundo de águas abertas de Setúbal, que decorrerá a 24 de junho, e que contará com a elite da natação mundial.

Em prova vão estar, entre outros, o atual campeão olímpico, o holandês Ferry Weertman, a atual vice-campeã olímpica, a italiana Rachele Bruni, bem como o italiano Simone Ruffini, campeão mundial dos 25 km, e a alemã Angela Maurer, múltipla campeã mundial.

Entre a elite portuguesa que marcará presença no Parque de Albarquel, na baía do Sado, figuram, no setor masculino, o campeão nacional Rafael Gil e Mário Bonança, e no setor feminino a olímpica Vânia Neves, e campeã nacional Angélica André.

A equipa nacional, que integra também Alexandre Coutinho, Diogo Marques, José Carvalho e Eva Carvalho, terá em Setúbal o último momento de avaliação para os Mundiais, que decorrerá em Budapeste, de 15 a 22 de julho.

Aquela que é considerada uma das mais duras competições do circuito mundial de águas abertas, e que em edições anteriores serviu de apuramento olímpico para Londres2012 e Rio2016, é aguardada com muita expectativa, pois poderá ser a primeira vez que os nadadores irão usar numa prova Federação Internacional de Natação (FINA) os fatos isotérmicos.

A FINA introduziu novas regras para a utilização de fatos, em finais de 2016, sendo que, com a temperatura abaixo dos 18 graus, será obrigatório o uso de fato isotérmico.

Caso a água do circuito de competição apresente temperaturas entre os 18 graus e os 19,9 graus a utilização dos fatos é opcional, e é proibida com temperaturas acima dos 20 graus.

A etapa de Setúbal é a terceira da Taça do Mundo, depois das realizadas em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, e em Viedma, na Argentina.

Depois dos Mundiais, seguem-se as etapas de Lake St. Jonh e Lake Magnetic, ambas no Canadá, de Chun’ai, na China, e de Hong Kong.

As competições de elite realizam-se no sábado à tarde, com a elite masculina a começar às 15:00 e a feminina 10 minutos depois.

Conteúdo publicado por Sportinforma