Boxe

10-07-2017 19:16

Floyd Mayweather alega falta de liquidez para saldar dívida às finanças

Pugilista vai medir forças com Conor McGregor, no dia 26 de agosto num combate que lhe poderá render 100 milhões de euros.
Floyd Mayweather

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

É uma notícia no mínimo surpreendente. Floyd Mayweather, estrela mundial do boxe, milionário, e que vai engrossar a sua conta bancária com mais 100 milhões de euros de cachet com o combate agendado com Conor McGregor, no dia 26 de agosto, terá pedido às finanças norte-americanas para adiar o pagamento de impostos referente ao ano de 2015.

O lutador é o sinónimo de 'show-off'. Vem sempre acompanhado com uma mala com várias centenas de milhares de dólares e exibe sem contemplações as suas joias, carros de luxo e a vida extravagante.

A justificação para Mayweather adiar o pagamento de impostos prende-se com o facto do atleta ter "um número substancial de bens restritos, mas ilíquidos", de acordo com o que foi referido pelos seus representantes legais que acrescentaram que dentro em breve "o contribuinte receberá uma liquidez substancial", que lhe permitirá liquidar a sua dívida, numa referência ao combate que tem marcado para agosto. Os advogados de lutador pedem ainda para que a multa por não pagamento seja reduzida. Ou seja, apesar de garantir que o lutador saldará a dívida em agosto, o valor da multa pode chegar aos 7,5% do total do valor em dívida.

Conteúdo publicado por Sportinforma