Vela

12-07-2017 09:36

Francis Joyon bate mais uma vez o recorde da travessia do Atlântico

Joyon, de 61 anos, chegou ao cabo Lizard, em Inglaterra, às 00:37 horas de hoje, ou seja, cinco dias, duas horas e sete minutos depois de ter saído de Nova Iorque.
Francis Joyon
Foto: Lusa

Francis Joyon bateu o recorde que já tinha conseguido bater em 2013

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O francês Francis Joyon voltou a bater esta terça-feira o recorde da travessia do Atlântico norte em solitário num barco à vela, retirando 49 minutos à marca que tinha feito em junho de 2013.

Joyon, de 61 anos, chegou ao cabo Lizard, em Inglaterra, às 00:37 horas de hoje, ou seja, cinco dias, duas horas e sete minutos depois de ter saído de Nova Iorque.

No início, esta viagem tinha como objetivo voltar a casa com o seu trimarã IDEC Sport, com o qual, em janeiro, bateu o recorde do troféu Júlio Verne, então acompanhado de uma equipa.

Nas primeiras declarações em solo britânico, Joyon disse estar “contente por chegar, porque as últimas 24 horas foram muito duras”, uma vez que os pilotos automáticos do barco estavam a funcionar mal, o que o obrigou a estar em permanência ao leme do barco.

Conteúdo publicado por Sportinforma