Europeus Canoagem

14-07-2017 13:12

Delegação portuguesa vai tentar reservar lugar na regata das medalhas

Portugal compete na Bulgária com 11 canoístas distribuídos por 10 embarcações.
Rio 2016: Canoagem K1- 1000m- Fernando Pimenta
Foto: Lusa

Seleção portuguesa procura chegar às finais nos Europeus de canoagem

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Portugal obteve esta sexta-feira somente um apuramento direto para a final dos Europeus de canoagem, enquanto outras seis tripulações vão tentar esta tarde, nas meias-finais, reservar um lugar na regata das medalhas na Bulgária.

Fernando Pimenta abriu o desempenho luso da melhor forma ao garantir na sua eliminatória a única vaga em disputa, vencendo o campeão e o medalha de bronze no Rio2016.

Sempre na liderança da competição, o limiano levou o seu K1 1000 à meta em 3.26,160 minutos, batendo o bielorrusso Ale Yurenia, seu grande rival nas camadas jovens, por 2,428 segundos e o russo Roman Anoshkin, bronze nos Jogos, por 3,120.

O campeão olímpico, o espanhol Marcus Walz, veio em ritmo mais sereno e foi apenas quinto, a 3,568 segundos, indo, por isso, disputar a semifinal.

Atual campeão da Europa dos 1000 e 5000 metros, Fernando Pimenta não conseguiu repetir o feito nos 500, distância para a qual não está tão talhado, prescindindo na parte final de lutar por um dos três primeiros, pelo que ainda hoje vai tentar a vaga na meia-final.

No dia mais exigente fisicamente para a seleção, a poupança norteou também o K2 500 de Emanuel Silva e João Ribeiro, campeão do mundo em 2013 e da Europa em 2014, que optou por não se desgastar e assim estar mais fresco para a meia-final do K4 500, com David Fernandes e David Varela.

Emanuel e João, que garantiram o melhor resultado da canoagem lusa no Rio2016, com o quarto lugar em K2 1000, vão ser assim sujeitos a quatro provas hoje, tal como Teresa Portela.

Nas canoas, Hélder Silva e Nuno Silva vieram parte da prova na quarta posição, mas não apanharam o trio da frente e deixaram-se ‘cair’ para salvar energias.

No setor feminino, o K4 500 de Joana Vasconcelos, Teresa Portela, Francisca Laia e Maria Cabrita passou por experiência semelhante, tal como K2 500 de Joana Vasconcelos e Teresa Portela, no dia mais desgastante para os lusos.

Portugal compete na Bulgária com 11 canoístas distribuídos por 10 embarcações.

Conteúdo publicado por Sportinforma