Taça Davis

17-09-2016 00:15

Argentina lidera na Grã-Bretanha por 2-0, Croácia e França empatadas

No sábado, a Argentina pode selar o apuramento para a final do Grupo Mundial, caso triunfe no jogo de pares.
Andy Murray em ação pela Grã-Bretanha na Taça Davis
Foto: EPA/LAURENT DUBRULE

Andy Murray em ação pela Grã-Bretanha na Taça Davis.

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

A Argentina deu esta sexta-feira um passo de ‘gigante’ rumo à final da Taça Davis em ténis, ao colocar-se a vencer a Grã-Bretanha por 2-0, em Glasgow, após mais um jogo épico de Juan Martin Del Potro.

O vice-campeão olímpico em título vingou-se do desaire face ao escocês Andy Murray na final do Rio2016 e venceu-o, após uma maratona de cinco horas e sete minutos e cinco ‘sets’, pelos parciais de 6-4, 5-7, 6-7 (5-7), 6-3 e 6-4.

“Ganhei, mas lembrei-me da final olímpica. Contra o Andy (Murray), nunca se sabe quando o jogo termina. Na parte final, consegui boas pancadas de direita e bons serviços e isso foi a chave da vitória”, afirmou Juan Martin Del Potro.

Depois do triunfo do número 1 argentino, Guido Pella deu o segundo ponto à Argentina, ao bater Kyle Edmund, também após estar em desvantagem, por 6-7 (5-7), 6-4, 6-3 e 6-2.

Este sábado, a Argentina pode selar o apuramento para a final do Grupo Mundial, caso triunfe no jogo de pares.

Em Zadar, na Croácia, a história é diferente, já que, após os dois primeiros singulares, croatas e franceses seguem igualados 1-1.

A França saiu na frente, com Richard Gasquet a bater Borna Coric por 6-2, 7-6 (7-5) e 6-1, mas os anfitriões responderam, com Marin Cilic a impor-se a Lucas Pouille por 6-1, 7-6 (7-4), 2-6 e 6-2.

Conteúdo publicado por Sportinforma