Ténis

05-05-2017 23:34

Estoril Open: Carreño Busta assumiu que as condições do 'court' complicaram o encontro

Numa reedição da final de 2016, Almagro foi derrotado por Carreño Busta em uma hora e 11 minutos.
Carreño Busta
Foto: @Estoril Open

Carreño Busta venceu Nicolas Almagro

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O tenista espanhol Nicolas Almagro, campeão em 2016, considerou hoje que não esteve à altura do encontro com o compatriota Pablo Carreño Busta, nos quartos de final do Estoril Open.

“Penso que o Pablo fez o que tinha de fazer: falhar pouco, fazer o seu jogo, aproveitar as oportunidades. Acho que no fim do encontro quem não esteve à altura fui eu e tenho de pensar no que aconteceu para que não volte a suceder”, disse.

Numa reedição da final de 2016, Almagro foi derrotado por Carreño Busta, primeiro cabeça de série, por 6-2, 6-4, em uma hora e 11 minutos, num encontro bastante afetado pelo vento.

“Foi um dia muito difícil, em que não era fácil jogar, fazia muito vento. Para jogar ténis estava muito complicado, mas o Pablo foi superior de princípio a fim e acho que foi um justo vencedor. Não preparei bem o jogo e acho que foi um erro da minha parte”, assumiu.

Além de ter sido afastado nos quartos de final do quadro de singulares, Almagro, ao lado do espanhol Guillermo García-López, foi eliminado nas meias-finais de pares, ao perder com os compatriotas David Marrero e Tommy Robredo, por 6-4, 4-6, 10-8.

Conteúdo publicado por Sportinforma