Ténis

08-05-2017 10:06

João Sousa cai cinco lugares no ranking ATP

Pedro Sousa e João Domingues nas melhores posições de sempre, João Sousa ‘cai’ cinco lugares e está agora no 41.º lugar.
Ténis: João Sousa eliminado em Paris

João Sousa, tenista português

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Os portugueses Pedro Sousa e João Domingues, que chegaram à segunda ronda do Estoril Open, alcançaram hoje as suas melhores posições de sempre no ‘ranking’ mundial de ténis, no qual João Sousa ‘caiu’ cinco lugares.

Pedro Sousa, que perdeu frente ao luxemburguês Gilles Muller, subiu três lugares, para o 169.º posto, enquanto João Domingues, derrotado na mesma fase pelo sul-africano Kevin Anderson, ascendeu 22 posições, ocupando o 220.º.

Gastão Elias, eliminado na segunda ronda pelo espanhol Nicolas Almagro, também subiu oito lugares, permitindo-lhe regressar aos 100 primeiros, com o 99.º lugar da hierarquia, atrás de João Sousa, que perdeu na primeira ronda com o norte-americano Bjorn Fratangelo, ‘caindo’ cinco posições, para o 41.º.

Frederico Silva, eliminado na segunda ronda pelo espanhol David Ferrer, também protagonizou uma subida de 13 posições no ‘ranking’, estabelecendo-se no 413.º posto.

O topo da hierarquia sofreu poucas mudanças, com o britânico Andy Murray a liderar, à frente do sérvio Novak Djokovic e do suíço Stanislas Wawrinka, registando-se a subida do croata Marin Cilic ao sétimo posto, por troca com o japonês Kei Nishikori.

Ligeiramente abaixo, destaque para a subida de três posições do espanhol Pablo Carreno Busta, que no domingo venceu o Estoril Open, para o 18.º lugar, e de duas de Gilles Muller, finalista vencido, para o 26.º.

No ‘ranking’ feminino, o primeiro lugar continua na posse da norte-americana Serena Williams, fora dos ‘courts’ até inícios de 2018 por estar grávida, seguida da alemã Angelique Kerber e da checa Karolina Pliskova.

No ‘top10’ registaram-se as subidas da espanhola Garbiñe Muguruza, para o quarto lugar, da britânica Johanna Konta, para o sexto, da polaca Agnieszka Radwanska, para o sétimo, e da ucraniana Elina Svitolina, para o 10.º, e as descidas da romena Simona Halep, para o oitavo.

Michelle Larcher de Brito continua a deter o estatuto de número um portuguesa, com o 229.º lugar, três posições abaixo da semana passada.

Conteúdo publicado por Sportinforma