Roland Garros

01-06-2017 20:27

Murray e Wawrinka seguem em frente

Depois de Rafael Nadal e Novak Djokovic, apurados na véspera, o torneio parisiense continua com o 'top-4' sem grandes problemas.
Stanislas Wawrinka vs. Benoit Paire
Foto: Lusa

Stanislas Wawrinka, tenista suíço

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O escocês Andy Murray, primeiro cabeça de série, e o suíço Stanislas Wawrinka, terceiro, continuam em prova no torneio de Roland Garros, após vitórias na segunda ronda do 'grand slam' francês de ténis.

Em femininos, também não houve surpresas e as duas tenistas mais cotadas em ação - a romena Simona Halep (3.ª) e a checa Karolina Pliscova (2.ª) - seguiram em frente.

Depois de Rafael Nadal e Novak Djokovic, apurados na véspera, o torneio parisiense continua com o 'top-4' sem grandes problemas e a avançar já para a terceira ronda.

Murray, que nem sequer é especialista de terra batida, venceu o eslovaco Martin Klizan em quatro ‘sets’. O atual líder do 'ranking' e finalista do torneio em 2016 conseguiu uma reviravolta frente ao 50.º da tabela, para vencer por 6-7 (3-7), 6-2, 6-2 e 7-6 (7-3), em três horas e 35 minutos.

Na próxima ronda, Murray vai encontrar o argentino Juan Martin del Potro, 29.º cabeça de série, que hoje beneficiou da desistência do espanhol Nicolas Almagro no início do terceiro ‘set’.

Almagro lesionou-se no joelho esquerdo e foi forçado a sair do terreno, em lágrimas, amparado pelo próprio Del Potro. Curiosamente, o argentino, muito flagelado por lesões nas últimas épocas, era quem parecia estar pior, com queixas num adutor e evidentes problemas de mobilidade.

Com 6-3, 3-6, 1-1 e abandono, Del Potro chega, após quatro anos de ausência, à terceira ronda da prova.

Mais cedo, Wawrinka, número três mundial, batera o ucraniano Alexandr Dolgopolov. O campeão na terra batida parisiense em 2015 superou o 89.º do mundo, por 6-4, 7-6 (7-5) e 7-5.

O suíço, que procura o seu quarto ‘major’, vai defrontar agora o italiano Fabio Fognini, 28.º cabeça de série, vencedor do também transalpino Andreas Seppi.

O tenista mais cotado a cair nesta ronda acabou por ser o checo Tomas Berdych, 13.º, derrotado pelo russo Karen Kachakov por 7-5, 6-4 e 6-4.

Segunda cabeça de série, apesar de ainda não ter um 'Grand Slam' no palmarés - o melhor foi ser finalista derrotada no Open dos Estados Unidos -, a longilínea Karolina Pliskova (86.ª) não teve tarefa facilitada ante a russa Ekaterina Alexandrova, mas acabou por chegar à vitória com 6-2, 4-6 e 6-3.

A próxima adversária é a alemã Carina Witthoeft, que afastou a francesa Pauline Parmentier, pelos parciais de 6-4 e 7-6 (7-5).

Mais fácil foi o triunfo de Halep, com 6-4 e 6-3 sobre a alemã Tatjana Maria, 102.ª do 'ranking'. As duas tenistas só se tinham cruzado em 2009 e então o triunfo ainda 'sorriu' à germânica.

Conteúdo publicado por Sportinforma