Lisboa Belém Open

14-06-2017 23:09

Ténis: Gonçalo Oliveira desapontado por não ter conquistado o jogo decisivo

Tenista português referia-se ao quarto jogo do terceiro ‘set’, que durou 30 minutos.
Ténis

Tenista português referia-se ao quarto jogo do terceiro ‘set’, que durou 30 minutos.

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Gonçalo Oliveira lamentou hoje não ter vencido o jogo “incrível” que ditou o desfecho do seu encontro da segunda ronda do Lisboa Belém Open com o francês Gleb Sakharov.

“Tive pena de não fazer o ‘break’ no jogo comprido. Não posso dizer que eu tenha perdido esse jogo, porque ele jogou muito bem, disparou ‘winners’”, disse o ‘wild card’ português, depois de ser derrotado pelo 216.º tenista mundial, pelos parciais de 6-3, 5-7 e 6-4, em três horas e cinco minutos.

Gonçalo Oliveira referia-se ao quarto jogo do terceiro ‘set’, que durou 30 minutos, teve 36 pontos e pendeu para o lado do francês, que estava a servir.

“Esse jogo foi muito duro física e mentalmente. Pontos longos, de intensidade bruta. Podia ter caído para o meu lado, mas ele jogou muito bem. Foi incrível da parte de ambos, com ‘winners’ de um lado e outro”, salientou o 309.º jogador do ‘ranking’.

De positivo do Lisboa Belém Open, Oliveira leva a sua primeira vitória em ‘challengers’, o circuito no qual ambiciona estar a tempo inteiro.

“Falta-me muito, muito pouco para entrar nos quadros destes torneios. Quando conseguir entrar, vou disputar só ‘challengers’”, assumiu.

Conteúdo publicado por Sportinforma