Lisboa Belém Open

14-06-2017 14:00

Pedro Sousa: "Gostei do meu jogo"

Português avançou para a segunda ronda do 'challengerp depois de vencer o sérvio Nikola Milojevic.
Challenger ATP tennis tournament in Poznan
Foto: Lusa

Pedro Sousa avançou para a segunda ronda do 'challengerp depois de vencer o sérvio Nikola Milojevic.

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Pedro Sousa confessou que é diferente jogar em casa o Lisboa Belém Open e mostrou-se satisfeito com a sua exibição na primeira ronda do ‘challenger’ frente ao tenista sérvio Nikola Milojevic.

“Senti-me bem. Não sei o que vos pareceu, mas gostei do meu jogo. Agora, é continuar da mesma forma no resto do torneio”, começou por dizer o número três nacional, depois de vencer Milojevic por duplo 6-1.

O 154.º jogador mundial assumiu que lidar com os sucessivos adiamentos do seu encontro, que estava marcado para terça-feira e só hoje se disputou, não foi fácil.

“Foi uma situação um bocado chata. Estive o dia todo à espera. Sabia que tinha de estar preparado, mas que dificilmente iria jogar, ou, no máximo, entraria no ‘court’ para jogar um ‘set’. Acabei por treinar um bocadinho ao fim da tarde”, contou.

A jogar em casa, o jogador ‘criado’ no Club Internacional de Foot-Ball reconheceu que estar a disputar um torneio diante do seu público é “diferente”.

“Já joguei aqui na Taça Davis. ‘Challenger’ é a primeira vez. Hoje, correu bem. Amanhã (quinta-feira), vamos ver se corre da mesma maneira”, prosseguiu.

Sousa mostrou-se ainda agradado com as condições do ‘court’ do Estádio CIF, que na véspera tinham sido muito criticadas por Gastão Elias.

“Na semana passada, estava muito calor, estavam condições rápidas e (eu e o Gastão) queixámo-nos. Até pedimos para por mais terra para ficar mais lento. Hoje, as condições para mim estavam ótimas”, considerou.

Sobre o encontro da segunda ronda, com o argentino Federico Coria (241.º), o tenista lisboeta antevê um embate difícil.

“Conheço-o bem, porque há uns anos que ele joga os mesmos torneios que eu, sobretudo na América do Sul. Espero uma exibição como a de hoje, assim estaria mais perto da vitória”, concluiu.

Conteúdo publicado por Sportinforma