Estoril Open 2017

04-05-2017 14:29

Marcelo: "Tenho pena de não poder vir mais vezes ao Estoril Open"

Gastão Elias ofereceu uma raquete ao Chefe de Estado por ocasião da sua visita ao Centro de Ténis do Estoril.
Marcelo:

Por André Delgado sapodesporto@sapo.pt

O Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa marcou, esta quinta-feira, presença no Estoril Open. Conhecido o seu gosto por ténis, o Chefe de Estado só lamentou não poder marcar presença da final que terá lugar no próximo domingo.

“Venho sempre e tenho pena de não poder vir mais vezes. Para o ano, já decidi, venho à final. Já é o segundo ano em que perco a final e não pode ser”, disse Marcelo Rebelo de Sousa, à chegada ao Estoril Open.

Em relação aos tenista portugueses que ainda se encontram no torneio, Pedro Sousa e Frederico Silva, Marcelo de Sousa assumiu que será "difícil" que cheguem longe, no entanto, garante que no "ténis é muito aleatório".

“Vamos ver o que resta, mas é difícil. (...) Há um naipe muito bom de estrangeiros a lutarem pela subida, muito jovens. Tanto pode correr bem como mal, no ténis é muito aleatório", afirmou.

À chegada ao Clube de Ténis de Cascais, Marcelo Rebelo de Sousa tinham uma prenda à sua espera. Uma raquete oferecida pelo tenista Gastão Elias. O Chefe de Estado recordou com saudade os tempos em que jogava ténis, desporto que já não pratica há muito. Por isso poderá oferecer a nova raquete a um dos seus netos.

“[A raquete é] Leve, leve. Faz-me umas saudades. Comecei ainda com umas de madeira que eram muito pesadas”, recordou. Ele [o neto] joga ténis, não joga excecionalmente bem. Quem joga melhor é a minha segunda neta, a Teresa. Mas o Francisco também”, revelou.

A terceira edição do Millennium Estoril Open tem lugar até domingo no Clube de Ténis do Estoril.

Conteúdo publicado por Sportinforma