Estoril Open 2017

07-05-2017 19:19

Gilles Muller: "Preciso de tempo para digerir a derrota"

Depois da final perdida no ano passado, Pablo Carreño Busta venceu pela primeira vez o Estoril Open depois de bater o luxemburguês Gilles Muller pelos parciais de 6-2 e 7-6 (7-5).
Gilles Muller

Gilles Muller

Por André Delgado sapodesporto@sapo.pt

Naturalmente desiludido depois de desperdiçada a oportunidade de vencer o primeiro torneio da carreira em terra batida, Gilles Muller reconheceu que um primeiro set menos bem conseguido condicionou o resto do encontro.

"A minha performance não foi boa no primeiro set. Não servi bem. No segundo set foi mais renhido, o encontro foi a 'tie-break', mas nessa fase nunca sabemos o que pode acontecer", começou por analisar o tenista luxemburguês na conferência de imprensa após o encontro.

Muller reconheceu que a estratégia do espanhol deu resultado no primeiro set e que no segundo set reecontrou o seu jogo.

"Ele jogou muito profundo. Cometi muito erros. Tive mais paciência para encontrar o momento ideal para atacar.

Após a derrotar, o jogador de 33 anos disse que agora precisa de tempo para "digerir" a derrota.

"Perder uma final é sempre mau. Fiz aqui qualquer coisa. Preciso de tempo para digerir".

Conteúdo publicado por Sportinforma