Seis Dias Internacionais de Enduro

16-10-2009 18:55

França a um passo da vitória

A selecção francesa está a um passo de garantir a segunda vitória consecutiva nos Seis Dias Internacionais de Enduro (ISDE), quando falta cumprir a derradeira especial cronometrada, sábado, na pista internacional do Casarão, em Águeda.
França a um passo da vitória

Por Sapo Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Após o quinto dia de competição, disputado em terrenos do Leste do concelho da Figueira da Foz, a França manteve o primeiro lugar, à frente da Itália, segunda classificada a 4.19 minutos.

A selecção portuguesa subiu hoje duas posições no Troféu Mundial - a classificação por equipas -, ultrapassando a Suécia e os Estados Unidos.

Portugal ocupa o quinto lugar, atrás de Austrália e Finlândia, mas dificilmente igualará a melhor classificação de sempre nos ISDE - quarto lugar, em 1999, nos Seis Dias disputados nas florestais de Arganil e Lousã -, já que está a mais de cinco minutos da equipa nórdica.

Em termos de classificação individual, o francês Christophe Nambotin (Gas Gas) apostou hoje num andamento mais cauteloso, o suficiente para manter a liderança, frente ao finlandês Samuli Aro (KTM), segundo a 23,29 segundos.

Outro finlandês, Eero Remes, ocupa a terceira posição. O francês Antoine Meo é quarto e o seu compatriota Rodrig Thain quinto, a 1.35 minutos de Nambotin.

Luís Correia, o melhor português, segue na sexta posição e voltou hoje a reeditar um interessante duelo com o sétimo classificado, o norte-americano Kurt Caselli.

À partida para o quinto dia, o piloto ribatejano dispunha de 23 segundos de vantagem sobre Caselli - piloto que venceu duas das sete especiais do dia -, mas, após a derradeira classificativa, disputada no areal da Figueira da Foz, a diferença caiu para 6,14 segundos.

Ainda assim, Luís Correia logrou ser o mais rápido na segunda especial do dia - na primeira passagem pelos 3,7 quilómetros da Enduro Test do Pincho -, alcançando a primeira vitória de um piloto português em classificativas do ISDE2009.

Para além do sexto lugar na classificação geral, Luís Correia é segundo na classe E2, a 21,5 segundos do líder, o francês Rodrig Thain.

Nos juniores, a Espanha mantém a liderança enquanto na classificação reservada às senhoras, a França domina, com mais de 9.52 minutos de vantagem sobre a Suécia.