MotoGP

24-10-2009 11:08

Rossi na pole da Malásia

O piloto italiano da Yamaha deu hoje mais um passo rumo à revalidação do título mundial de MotoGP, ao conquistar a “pole” para o Grande Prémio da Malásia, com um novo recorde no circuito de Sepang.
Rossi na pole da Malásia

Por Sapo Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Necessitado apenas de ser quarto classificado para selar o seu sétimo título na classe rainha do motociclismo e o nono da carreira (campeão em 250cc em 1999 e em 125cc em 1997), Valentino Rossi “voou” em 2.00,518 minutos.

“Dei tudo para conquistar a ‘pole’ e estou satisfeito por ter conseguido a volta mais rápida de sempre em Sepang. Tenho uma boa vantagem para amanhã (domingo)”, disse Rossi, após bater por 87 milésimos de segundo o anterior máximo, estabelecido em 2006, com uma moto de 990cc.

O transalpino sai, assim, em primeiro para a corrida de domingo, a 16.ª de 17 provas que compõem o campeonato, imediatamente à frente do seu companheiro de equipa, o espanhol Jorge Lorenzo, que gastou 2.01,087 minutos e é o único que pode, matematicamente, incomodar Rossi.

Campeão na classe rainha em 2001, 2002, 2003, 2004, 2005 e 2007, Valentino Rossi lidera o Mundial com 270 pontos, mais 38 do que Lorenzo, numa altura em que só estão em disputa 50 pontos (Malásia e Valência).

Na presente temporada, o italiano ficou no pódio em 11 ocasiões (seis triunfos, quatro segundos lugares e um terceiro) e tem ainda mais um resultado que lhe serve para ser já campeão, o quarto posto conquistado em Portugal.

O espanhol Dani Pedrosa (Honda) arrebatou o último lugar da primeira linha, com uma volta em 2.01,254 minutos, enquanto o australiano Casey Stoner (Ducati) foi o quarto mais rápido, ao rodar em 2.01,455.

Stoner (195 pontos) e Pedrosa (189) já não estão na luta pelo ceptro, mas lutam de forma intensa pelo terceiro lugar do campeonato, sendo que ainda têm remotas possibilidades de atingir o segundo.

No que respeita aos 250cc, o japonês Hiroshi Aoyama (Honda) conquistou a “pole”, com 2.06,767 minutos, dando uma demonstração de força, numa altura em que lidera o campeonato, com 227 pontos, contra 215 do italiano Marco Simoncelli (Gilera), que se ficou pelo oitavo registo.

Na luta pelo título estão ainda dois espanhóis da Aprilia: Alvaro Bautista (198 pontos) foi quinto na qualificação e Hector Barbera (194) quarto.

Finalmente, nos 125cc, sairá da frente o jovem espanhol Marc Marquez (KTM), de 16 anos, que bateu o compatriota e já campeão Julian Simon (Aprilia).