Dakar 2010

13-01-2010 20:02

Chicherit e Verhoeven vencem 11.ª etapa, portugueses mantém posições

O piloto francês Guerlain Chicherit, nos automóveis, e o "motard" holandês Frans Verhoeven foram hoje os mais rápidos da 11.ª etapa do Dakar2010, num dia em que Carlos Sousa voltou a ser o melhor representante português.
Chicherit e Verhoeven vencem 11.ª etapa, portugueses mantém posições

Por Sapo Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Na tirada em que a prova rainha de todo-o-terreno deixou o Chile e entrou em solo argentino, Carlos Sousa e Hélder Rodrigues mantiveram as posições de destaque na classificação geral e Nasser Al-Attiyah colocou sob pressão o líder Carlos Sainz.

Chicherit (BMW) cumpriu em 2:34.51 horas os 434 quilómetros da etapa (220 dos quais cronometrados) entre Santiago e San Juan, batendo por 30 segundos o argentino Orlando Terranova (Stradale) e por 39 o sul-africano Giniel de Villiers (Volkswagen).

Carlos Sousa (Mitsubishi) terminou na 10.ª posição, a 7.26 minutos de Chicherit, um lugar atrás do espanhol Sainz (Volkswagen), que viu Al-Attiyah, o quarto mais rápido do dia, reduzir em o atraso em quase seis minutos.

O piloto do Qatar reduziu de 10.06 para 4.28 minutos a diferença que o separa do colega na Volkswagen, enquanto Carlos Sousa manteve-se no sexto posto da geral, a 3:54.12 horas de Sainz e continua a cotar-se como o melhor piloto privado.

"Agora não tenho a preocupação de andar depressa, mas sim de não correr riscos. O objectivo é mesmo chegar ao fim e se não houver imponderáveis nos próximos dias, no fim-de-semana vamos poder comemorar. Mais do que o sexto lugar, sermos os primeiros não-oficias é um resultado que nos orgulha", observou Carlos Sousa.

Entre os restantes portugueses nos automóveis, Miguel Barbosa (Mitsubishi) foi 13.º, a 12.06 minutos do vencedor, enquanto Ricardo Leal dos Santos (BMW) foi 15.º, a 21.10 de Chicherit, conservando a 12.ª e 14.ª posições da geral, respectivamente.

Aos comandos de uma BMW, Verhoeven, cumpriu a tirada em 2:44.50 horas, batendo por apenas três segundos o norte-americano Jonah Street (KTM), mas a classificação das motos continua a ser liderada de forma categórica por Cyril Despres (KTM).

O "motard" francês, que hoje terminou na sétima posição, dispõe de uma confortável vantagem de 1:20.54 horas sobre o norueguês Pal Ullevalseter (KTM), enquanto Hélder Rodrigues ficou mais longe do pódio, apesar de ter mantido o quarto posto.

O português foi o 15.º mais rápido, a 9.57 minutos de Verhoeven, e perdeu mis de seis minutos para o chileno Lopez Contardo (Aprilia), do qual distava escassos 52 segundos à partida da capital chilena.

Hélder Rodrigues terminou atrás de Ruben Faria (KTM), 14.º posicionado na tirada, o que lhe permitiu conservar o 12.º posto da classificação geral, enquanto Bianchi Prata (BMW) foi o 22.º mais rápido.

Quinta-feira disputa-se a 12.ª etapa do Dakar2010, a mais longa da prova, na extensão de 796 quilómetros (476 cronometrados), entre San Juan e San Rafael.