Todo-o-terreno

24-08-2016 00:01

Paulo Gonçalves em terceiro na primeira etapa do Atacama Rally

O piloto português ficou sem GPS na sua Honda.
Piloto português Paulo Gonçalves em ação no rali Dakar 2016. NICOLAS AGUILERA/LUSA
Foto: Lusa

Paulo Gonçalves, piloto português

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O motard português Paulo Gonçalves efetuou hoje o terceiro tempo na primeira etapa do rali todo-o-terreno Atacama, no Chile, apesar de ter ficado sem GPS na sua Honda.

Já depois de ter sido igualmente terceiro classificado no prólogo da prova, realizado na segunda-feira e que tinha uma distância de apenas 10 quilómetros, Paulo Gonçalves repetiu hoje a classificação, tendo cumprido os 230 quilómetros da 'especial' em 2:16.46 horas, mais 2.50 minutos do que o vencedor, o chileno Pablo Quintanilla.

“Uma primeira etapa muito boa, um dia longo com 230 quilómetros de 'especial'. Inicialmente tive alguns problemas com o muito pó dos pilotos que saíram na frente, além disso, também perdi o GPS ao quilómetro 30 e tive alguma dificuldade em alcançar alguns 'waypoints'. Amanhã vai ser mais um longo dia de prova, vamos continuar focados em fazer bons quilómetros e testar sem problemas”, disse Paulo Gonçalves, citado pela sua assessoria de imprensa.

A segunda etapa do Atacama Rally, a mais longa da prova chilena, disputa-se na quarta-feira entre Antofagasta e Bahía Inglesa, com um total de 400 quilómetros.

Conteúdo publicado por Sportinforma