Motociclismo

26-08-2016 00:41

Paulo Gonçalves cai para quarto no Atacama Rally

A quarta e penúltima etapa do Atacama Rally tem novamente partida e chegada na Bahía Inglesa, num total de 370 quilómetros cronometrados.
Paulo Gonçalves em ação no Rally Dakar 2016. FELIPE TRUEBA/LUSA
Foto: Lusa

Paulo Gonçalves em ação

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O piloto português Paulo Gonçalves (Honda) foi o quarto mais rápido na terceira etapa do Atacama Rally, na quinta-feira, e caiu de segundo para o quarto lugar da geral da quarta prova do Mundial de todo-o-terreno.

O chileno Pablo Quintanilla (Husqvarna), que na véspera foi penalizado em seis minutos e 'cedeu' a segunda posição da geral ao português, recuperou o lugar, depois de ganhar a etapa, cumprindo os 202,78 quilómetros em 2:10.55 segundos, seguido do argentino Kevin Benavides (Honda), a 3.28 minutos, do australiano Toby Price (KTM), a 5.29 e de Paulo Gonçalves, a 8.01.

Após a etapa disputada em redor da Bahía Inglesa, em Copiapó, Price conservou a liderança, agora com apenas 21 segundos de vantagem sobre Quintanilla e 4.08 minutos em relação a Benavides, enquanto Gonçalves está a 7.44.

“Foi uma etapa particularmente difícil. Tive muitas dores na zona abdominal e os saltos dificultaram-me muito. Ao quilómetro 100 tive algumas dificuldades em alcançar um ‘waypoint’ no topo de uma duna, não consegui subir rápido o suficiente, ao voltar para baixo sofri uma queda e perdi algum tempo. Também me perdi numa zona bastante difícil em termos de navegação. Não foi um bom dia para mim mas o importante é continuar na luta e pressionar nos próximos quilómetros para chegar a um bom resultado”, afirmou o piloto de Esposende.

A quarta e penúltima etapa do Atacama Rally tem novamente partida e chegada na Bahía Inglesa, num total de 370 quilómetros cronometrados.

Conteúdo publicado por Sportinforma