Moto2/ GP São Marino

08-09-2016 13:20

Miguel Oliveira: "As pistas curtas parecem ser um pouco mais favoráveis para mim"

Piloto português espera "viragem positiva" no Grande Prémio de São Marino de Moto2.
2016 British Motorcycling Grand Prix
Foto: Lusa

Miguel Oliveira em ação

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O piloto português Miguel Oliveira (Kalex) espera que o Grande Prémio de São Marino, 13.ª prova do Mundial de Moto2, possa “marcar uma viragem positiva” na sua ‘campanha’ na segunda categoria do motociclismo de velocidade.

Quatro dias depois de ter sido forçado a abandonar o Grande Prémio da Grã-Bretanha, devido a problemas mecânicos, Miguel Oliveira olha com otimismo para a próxima corrida, que lhe oferece boas recordações.

“É uma pista que gosto bastante e onde o meu estilo de condução se adapta muito bem. Com a Moto2, as pistas curtas parecem ser um pouco mais favoráveis para mim e é na procura da melhor afinação que me vou concentrar”, disse o piloto de Almada, citado pela sua assessoria de imprensa.

O vice-campeão mundial de Moto3 promete ir para Misano, palco do Grande Prémio de São Marino, “com a expectativa de que, à semelhança do passado ano, esta prova possa igualmente marcar uma viragem positiva” na sua prestação neste Mundial.

Na pista onde foi 2.º na corrida do ano passado, ainda em Moto3, Miguel Oliveira espera agora “uma moto fácil de guiar e conseguir no final estar de novo entre os dez melhores”.

No último domingo, em Silverstone, o português encostou às boxes à décima volta porque a moto “se tornou difícil de guiar”.

Com 12 provas já disputadas, Miguel Oliveira segue no 17.º lugar, com 33 pontos, numa classificação liderada pelo francês Johann Zarvo, com 181 pontos, seguido pelo espanhol Alex Rins, a dez pontos de distância.

Conteúdo publicado por Sportinforma