Rali de Portugal

14-03-2017 19:13

Braga à espera de 200 mil pessoas

Organização espera boa afluência na prova.
Andreas Mikkelsen em ação no Rali da Austrália
Foto: EPA/NIKOS MITSOURAS

Rali vai correr-se em Braga

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

A organização do Braga Street Stage estima receber no dia 19 de maio cerca de 200 mil pessoas para assistir a essa etapa do Rali de Portugal 2017, que é pontuável para o campeonato do mundo.

A cidade minhota sucede à do Porto na organização desta prova, que tem como particularidade realizar-se no centro histórico e o impacto económico esperado pela autarquia é muito grande.

O presidente da câmara de Braga, Ricardo Rio, frisou ser um "evento desportivo à escala planetária" e destacou essa dimensão económica e turística, tendo revelado conhecer casos de prédios cujo aluguer de varandas já rendeu "20 mil euros".

"Há uma estimativa de 200 mil visitantes para esse dia, portugueses, muitos espanhóis e também de outros proveniências e isso vai refletir-se num ganho direto, no Porto [em 2016] foi de cerca de 8 milhões de euros, e indireto, com a projeção da marca 'Braga' em todo o mundo com efeito duradouro", disse.

Revelou que o investimento bruto da edilidade "não chegou ao meio milhão de euros", sendo que, abatido depois com as receitas de bilheteira e os diversos patrocínios, ele deverá rondar os 100 mil euros.

Hoje foi revelado o percurso da prova, que terá a extensão de 1,9 quilómetros, que sairá da Praça do Comércio, junto ao Mercado Municipal, e percorrerá depois as principais artérias da zona mais antiga da cidade, passando, entre outros locais, pela Sé de Braga e pela Praça do Município.

Haverá seis bancadas fechadas (com acesso limitado a portadores de bilhetes) que comportam cerca de 3.000 espetadores.

O presidente do Automóvel Clube de Portugal (ACP), Carlos Barbosa, destacou o regresso de Braga ao rally de Portugal, (as duas únicas vezes em que isso aconteceu foi em 1987 e 1988) e frisou não ter havido troca entre o Porto e Braga, mas considerou existir nesta última mais "paixão" pelo desporto automóvel.

"O Porto foi um sucesso e Braga também vai ser. Mas há uma alma diferente em Braga, sente-se mais o automobilismo, há mais paixão pelo desporto automóvel, além de ficar mais perto do público espanhol que é muito importante", disse.

O responsável notou ainda que a corrida de Braga "é mais técnica" do que a do Porto o que agrada mais aos pilotos: "vai-lhes dar muito gozo", anteviu.

"Esta prova não é a feijões, conta para a classificação deles [no campeonato do mundo]", notou.

Os Transportes Urbanos de Braga (TUB) criaram um plano de mobilidade para responder à esperada grande afluência de público e, naquele dia (uma sexta-feira), existirão dois parques de estacionamento, um no Estádio Municipal de Braga e o outro no centro comercial Leclerc de onde sairão, de cinco em cinco minutos, autocarros que farão a ligação com o local do evento.

Conteúdo publicado por Sportinforma