Motores

01-07-2017 16:36

Domínio francês nos treinos cronometrados do GP Portugal de motocrosse

Romain Febvre esteve em destaque na competição.
MXGP: Águeda prepara festa do motocross
Foto: MotoSport

GP de Portugal

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O francês Romain Febvre (Yamaha) dominou hoje os treinos cronometrados na categoria MXGP do Grande Prémio de Portugal de motocrosse, em Águeda, 11.ª prova do Mundial de 2017.

No regresso do Mundial ao Crossódromo Internacional de Águeda, que ficou fora do calendário em 2015 e 2016, Romain Febvre (Yamaha) foi o mais rápido na categoria rainha, ao realizar a melhor volta ao circuito do Casarão em 1.47,035 minutos, enquanto o português Rui Gonçalves (Husqvarna) não foi além do 21.º registo, a 3,209 segundos.

Num sábado cheio de sol e com alguns milhares de espetadores nas bancadas, António Cairoli, o italiano da KTM que lidera o campeonato (431 pontos), fez a décima marca, a 1,252 segundos do francês. Mais tarde, ainda hoje, realiza-se a qualificação.

Quanto ao outro português, Sandro Peixe (Honda), fez o 26.º, e penúltimo tempo nos treinos cronometrados, 7,265 segundos mais lento do que Romain Febvre.

Em MX2, o mais rápido foi também um francês, Benoit Paturel (Yamaha), com 1.48,992 minutos, enquanto o lituano Pauls Jonass (KTM), líder do campeonato, fez o segundo melhor tempo, a 1, 201 segundo de Benoit.

Após dois anos fora calendário do campeonato do mundo, um investimento de cerca de 600 mil euros permitiu voltar a levar a competição ao Crossódromo de Águeda, que foi remodelado para cumprir as exigências da Federação Internacional de Motociclismo (FIM). A primeira corrida pontuável para o Mundial ali disputada aconteceu em julho de 1985.

O Grande Prémio de Portugal termina domingo, com as principais corridas, em MX2 e MXGP (duas em cada escalão), marcadas para a tarde, e a manhã reservada para a segunda corrida do Europeu de Motocrosse (EMX), nas cilindradas de 125, 150 e 250 cc.

Conteúdo publicado por Sportinforma