Fórmula 1

28-11-2016 08:45

Diretor geral da Mercedes põe comportamento de Hamilton em causa

Nico Rosberg (Mercedes) sagrou-se este domingo campeão do mundo de Fórmula 1.
Nico Rosberg e Lewis Hamilton
Foto: ANDREJ ISAKOVIC / AFP

Nico Rosberg e Lewis Hamilton

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

A Mercedes teve este fim-de-semana razões para festejar, mas nem tudo correu bem no Grande Prémio de Abu Dhabi. Se por um lado, Rosberg sagrou-se campeão do mundo de Fórmula 1, por outro o comportamento do seu colega Lewis Hamilton que venceu a prova foi posto em causa.

O diretor geral da Mercedes, Toto Wolff, não gostou do comportamento do seu piloto Lewis Hamilton, que venceu a prova, mas ignorou a certa altura as instruções da equipa abrandando e permitindo que Sebastian Vettel e Max Verstappen se aproximassem de Rosberg.

“Na nossa equipa temos uma filosofia, que tem sido seguida ao longo dos anos, que passa por não interferir na corrida dos nossos pilotos, ao mesmo tempo que garantem a vitória. Hoje existiu uma situação onde calculámos que poderíamos perder a corrida, pois o Lewis estava a abrandar cada vez mais. Por esse motivo decidimos intervir e o Lewis decidiu ignorar as instruções. Teremos de ver se esta situação irá abrir um precedente no futuro, afirmou à Sky Sports.

Sobre uma possível suspensão do britânico, o diretor deixou tudo em aberto.

Recorde-se que os dois pilotos da Mercedes chegaram a este Grande Prémio com possibilidades de conquistarem o título. Deste modo, Lewis Hamilton sabia que Rosberg tinha de acabar a prova fora do pódio para ser ele o campeão do mundo, e por isso terá reduzido o andamento para permitir a aproximação dos rivais ao alemão.

Conteúdo publicado por Sportinforma