Fórmula 1

01-12-2016 23:16

Hamilton ameaça deixar a Mercedes

A cadeia de televisão britânica avança que o piloto inglês terá dito à Mercedes que não queria pilotar mais em 2016 após esse episódio no GP de Espanha, a 15 de maio.
Lewis Hamilton

Lewis Hamilton

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Lewis Hamilton voltou a mostrar a sua insatisfação pela forma como a Mercedes lidou com a colisão sofrida entre os seus dois pilotos da equipa no Grande Prémio de Espanha e ameaça deixar a ´escuderia` alemã.

A notícia começou a circular depois do Grande Prémio de Abu Dhabi no passado domingo. Questionado pela Sky F1 acerca destes rumores, o piloto inglês não negou a história.

"Depois do acidente em Espanha correu a ideia de que tu tinhas dito que ias parar, que ias desistir. Há alguma verdade nisto?", questionou Martin Brundle, da Sky Sports

"São tudo coisas privadas que estão no passado", respondeu Hamilton.

A cadeia de televisão britânica avança que o piloto inglês terá dito à Mercedes que não queria pilotar mais em 2016 após esse episódio no GP de Espanha, a 15 de maio.

Hamilton sentiu que a culpa do acidente que o afastou da corrida era 100 por cento de Rosberg, que o atirou para a relva e o fez colidir contra o muro de proteção. A escuderia alemã não entendeu assim, assim como os comissários que viram no acidente como um incidente de corrida.

A Sky avança que Mercedes começa a levar a sério a ameaça de Hamilton. O britânico perdeu o título para o colega Nico Rosberg, que terminou o campeonato com mais cinco pontos.

Durante o ano, Hamilton teve de abandonar em três ocasiões devido a problemas no motor. Rosberg só por uma ocasião teve problemas no seu monolugar e mesmo assim terminou a prova em terceiro.

Conteúdo publicado por Sportinforma