Fórmula 1/GP Espanha

14-05-2017 15:37

Hamilton: "Estratégia nas 'boxes' foi perfeita"

O piloto britânico Lewis Hamilton (Mercedes) acendeu hoje ainda mais a luta pelo título mundial de Fórmula 1, ao vencer o Grande Prémio de Espanha.
Hamilton:

Hamilton: "Estratégia nas 'boxes' foi perfeita"

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O piloto britânico Lewis Hamilton (Mercedes) acendeu hoje ainda mais a luta pelo título mundial de Fórmula 1, ao vencer o Grande Prémio de Espanha, quinta prova do campeonato, à frente do rival alemão Sebastian Vettel (Ferrari).

Hamilton, que obteve a segunda vitória neste ano e a 55.ª da carreira, completou as 66 voltas ao circuito de Barcelona-Catalunha em 01:35.56,497 horas, batendo Vettel por 3,490 segundos, cabendo ao australiano Daniel Ricciardo (Red Bull) fechar o pódio, já a 1.15,820 minutos do vencedor.

O tricampeão mundial (2008, 2014 e 2015) reduziu de 13 para seis pontos o atraso para o líder do Mundial, enquanto o finlandês Valtteri Bottas, colega na Mercedes, segue no terceiro lugar, a 41 pontos de Vettel, tetracampeão do mundo, entre 2010 e 2013.

Hamilton partiu da ‘pole position’, mas foi ultrapassado por Vettel na abordagem da primeira curva do circuito, beneficiando de uma boa estratégia da Mercedes para recuperar a liderança a 20 voltas do fim, superando o alemão numa altura em que tinha os pneus menos desgastados.

“O que posso dizer? Fantástico trabalho. A estratégia de paragem nas ‘boxes’ foi perfeita”, disse Hamilton, via rádio, após cortar a meta no circuito catalão, onde se impôs pela segunda vez, depois do sucesso obtido em 2014.

A luta pela vitória resumiu-se a Hamilton e Vettel, uma vez que o finlandês Kimi Raikkonen (Ferrari) abandonou em consequência de uma colisão com o holandês Max Verstappen – vencedor da prova no ano passado – e Bottas desistiu a meio da corrida com problemas no motor do Mercedes.

O resultado foi um quarto classificado – o mexicano Sergio Pérez (Force India-Mercedes) – a uma volta de distância, e, mesmo Ricciardo, que obteve a melhor classificação da temporada, não ficou muito longe de ter sido ‘dobrado’ por Hamilton.

Conteúdo publicado por Sportinforma