Fórmula 1

27-06-2017 18:15

Villeneuve defende Vettel: "O que se passou foi feio. Teria feito o mesmo"

Picardia entre Vettel e Hamilton continua a dar que falar.
Lewis Hamilton e Sebastien Vettel
Foto: DR

Lewis Hamilton e Sebastien Vettel

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

São já várias as personalidades ligadas à Fórmula 1 que fizeram questão de comentar a recente picardia entre Lewis Hamilton e Sebastian Vettel no Grande Pérmio do Azerbaijão, que teve lugar em Baku, no último domingo.

Numa das quatro paragens para a entrada do ´safety car` em pista, o inglês da Mercedes travou bruscamente (liderava a corrida nessa altura). Vettel, que seguia atrás, acabou por embater na traseira do Mercedes. Insatisfeito, o alemão acelerou, colocou-se ao lado do britânico e projetou o Ferrari em direção ao monolugar do rival. O piloto da Ferrari acabou por sofrer 10 segundos de penalização.

Nesse sentido, Jacques Villeneuve, campeão do mundo em 1997, saiu em defesa do piloto da Ferrari, considerando que o piloto da Mercedes provocou o rival.

"Foi feio. Sou piloto e já lá estive. Se em algum momento me tivessem feito aquilo, eu faria o mesmo", começou por dizer ao Autosport.

"Ele [Vettel] só tinha uma mão no volante e estava a olhar para o Hamilton, com o dedo no ar. Não se bate com as rodas viradas daquela maneira, danifica o carro", salientou o canadiano.

Apesar de tudo, Villeneuve mostrou-se satisfeito por ver que "os pilotos afinal têm emoções", o que o fez recordar outros tempos da competição, em que rivalidades como a que existiu entre Alain Prost e Ayrton Senna, por exemplo, acabaram por ser tão marcantes para a Fórmula 1

Conteúdo publicado por Sportinforma