CEO da KTM

03-09-2016 11:55

"A Ducati vai pagar 12 M€ a um piloto que não sabe correr à chuva"

Stefan Pierer, CEO da KTM, atacou a opção da Ducati por Jorge Lorenzo.
Jorge Lorenzo em ação
Foto: JAVIER SORIANO / AFP

Jorge Lorenzo em ação

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Stefan Pierer, CEO da KTM, atacou a opção da Ducati por Jorge Lorenzo. O atual campeão mundial de MotoGP vai trocar a Yamaha pela Ducati na próxima época e irá ganhar 12 milhões de euros na equipa oficial da marca italiana. Uma opção muito criticada pelo responsável da KTM.

"A Ducati vai pagar 12 milhões a um piloto que não sabe correr à chuva. Eles não estão seguros de que serão capazes de vencer o Mundial, porque, quando chove, Lorenzo entra em crise. Além disso não terá a melhor moto", frisou Pierer, citado pelo jornal espanhol ´Marca`.

O responsável da KTM explicou que a política da sua equipa é completamente diferente.

"Preferimos contratar futuros campeões e fazê-los crescer. Prefiro esta política. Pilotos como Stoner, Márquez e Viñales começaram com a KTM e agora temos Binder", comentou. Pierer sublinhou que a KTM terá uma equipa no MotoGP do próximo ano masa não vai ao principal campeonato de motociclismo "só com o espírito olímpico, de que o importante é participar".

Quem não gostou nada destas declarações foi o próprio Lorenzo, que não perdeu tempo a responder.

"Ou não tem muita memória ou não é muito profissional. Se alguém se dedica a isto [motos] tem de acompanhar as corridas e não apenas as do último ano. Seguramente que não viu a corrida de Aragão em 2014, de Le Mans em 2012 ou de Motego no ano passado, que foram corridas à chuva onde ganhei ou fiz pódio", disse o piloto espanhol no final do primeiro dia de treinos em Silverstone, palco do próximo Grande Prémio de MotoGP.

Conteúdo publicado por Sportinforma