Moto GP

07-05-2017 14:20

Dani Pedrosa vence o GP de Espanha

Valetino Rossi, atual líder do campeonato, não conseguiu ir além de um décimo lugar na prova que decorreu em Jerez de la Frontera
Dani Pedrosa
Foto: JOE KLAMAR

Dani Pedrosa venceu a prova em Espanha

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O espanhol Dani Pedrosa (Honda) dominou este domingo por completo a corrida de MotoGP do Grande Prémio de Espanha, quarta prova do Mundial de motociclismo de velocidade, em Jerez de la Frontera.

Pedrosa, que partiu da ‘pole’, finalizou a prova em 45.26,827 minutos, superando os compatriotas Marc Marquez (Honda), segundo, por 6,136 segundos, e Jorge Lorenzo (Ducati), terceiro, por 14,767.

Na classificação do Mundial, o italiano Valentino Rossi (Yahama) manteve a liderança, apesar de ter sido apenas o 10.º classificado em Espanha.

Rossi passou a somar 62 pontos, contra 60 do espanhol Maverick Viñales (Yamaha), que foi sexto em Jerez, 58 de Marquez e 52 de Pedrosa.

Na categoria de Moto2, o italiano Franco Morbidelli (Kalex) dominou o início da corrida e parecia lançado para o quarto triunfo em quatro corridas, mas caiu a 17 voltas do fim, na curva 9, e ‘estendeu a passadeira’ ao espanhol Alex Marquez (Kalex), que venceu com grande tranquilidade.

Bem atrás, o italiano Francesco Bagnaia (Kalex) impôs-se ao compatriota Mattia Pasini (Kalex) e arrebatou o segundo posto, com o português Miguel Oliveira (KTM) a intrometer-se entre eles e a conquistar o último lugar do pódio.

Na geral, Morbidelli manteve-se na liderança, com 75 pontos, agora mais 11 do que o suíço Thomas Luthi (Kalex), que foi apenas oitavo em Espanha, e 16 face a Miguel Oliveira.

O piloto luso somou o segundo pódio da temporada, depois do segundo lugar na Argentina, e pontuou pela quarta vez em quatro provas, uma vez que tinha sido quarto na estreia (Qatar) e sexto no Grande Prémio das Américas, em Austin.

Em Moto3, o espanhol Aron Canet, que partiu do segundo lugar da grelha de partida, conseguiu o primeiro triunfo da carreira, aos 17 anos, batendo o italiano Romano Fenati, segundo, e o compatriota Joan Mir, terceiro, todos em Honda.

No campeonato, Mir reforçou a liderança, com 74 pontos, mais nove pontos do que Fenati, que ascendeu ao segundo lugar da geral, à frente do espanhol Jorge Martin (terceiro, com 59 pontos), apenas nono em Jerez, depois de partir da ‘pole’.

Conteúdo publicado por Sportinforma