WRC

11-02-2017 19:06

Neuville despista-se, Latvala aproveita e sobe ao comando no rali na Suécia

Um mau cálculo no hipódromo fê-lo embater numa barreira e despistar-se e assim fica de fora da discussão da corrida.
Latvala

Latvala

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Uma saída de pista no último troço destruiu hoje a ambição do belga Thierry Neuville (Hyundai) de vencer o Rali da Suécia, beneficiando o finlandês Jari-Matti Latvala (Toyota), novo líder a um dia do fim.

Neuville comandava a prova com confortáveis 43 segundos quando faltava a super especial de Karlstad (1,9 quilómetros), mas um mau cálculo no hipódromo fê-lo embater numa barreira e despistar-se, partindo a direção e ficando sem uma roda, acabando assim com as suas possibilidades de êxito.

Esta é a segunda prova consecutiva que lidera e tem de abandonar devido a erro, à semelhança do que aconteceu em janeiro em Monte Carlo, também antes do último dia.

“Todos sabemos o que aconteceu em Monte Carlo. Pode acontecer qualquer coisa, pelo que devemos ter realmente cuidado”, disse, antes do troço fatídico de hoje.

Aproveitando a má sorte alheia, Latvala parte para a derradeira jornada, com apenas três troços, com 3,8 segundos de vantagem para o estónio Ott Tanak (Ford) e 16,6 sobre o francês Sebastien Ogier (Ford), tetracampeão mundial e atual líder do campeonato.

A prova deve ficar decidida entre este trio, já que o quarto classificado, o espanhol Dani Sordo (Hyundai), está já a 1.39 minutos.

Latvala procura a 17.ª Vitória em provas do Mundial e a quarta na Suécia, depois de 2008, 2012 e 2014, enquanto Tanak, que hoje venceu as primeiras três especiais, tentar o seu primeiro triunfo no Campeonato do Mundo, no qual tem como melhor registo três terceiros lugares.

Conteúdo publicado por Sportinforma