Dérbi

10-04-2012 02:21

Sá Pinto mostra quem manda

Sá Pinto mostra quem manda

Por Paulo M. Guerrinha sapodesporto@sapo.pt

O Sporting de Sá Pinto mostrou ontem que apesar do quarto lugar tem uma palavra a dizer na definição do próximo campeão. Os últimos jogos dos outros dois candidatos com os leões ganham ainda mais importância depois da vitória desta noite sobre o Benfica.

Não se pode falar em casos de jogo dignos do nome. O árbitro decidiu assinalar uma grande penalidade favorável ao Sporting e Wolfswinkel não desperdiçou, ao contrário de uma mão cheia de lances que podiam ter dado golo para o Sporting. Valeu a destreza de Artur e o poste da baliza encarnada para evitar um resultado mais dilatado.

Neste jogo viu-se mais Sporting em campo, mais garra e vontade de ganhar. O Benfica tentou chegar à baliza de Patrício mas na primeira parte o guarda redes leonino nem conseguiu manter-se quente.

Depois deste encontro, os leões partem para as meias-finais com o Atlético de Bilbau com forte entusiasmo enquanto o Benfica volta a mostrar que nesta recta final do campeonato a equipa se encontra partida e sem grandes soluções.

Com esta desvantagem pontual para o FC Porto, resta às águias lutarem por um final 100 por cento vitorioso e esperar por algum deslize dos dragões. Neste momento, os quatro pontos que separam as duas equipas são longos demais para os quatro jogos que faltam disputar.

O Sporting foi o carrasco do Benfica neste campeonato e poderá ainda ser a salvação caso vença ao FC Porto. Os dragões têm ainda dois jogos complicados, desloca-se ao terreno do Marítimo na 28ª Jornada e na seguinte recebe o Sporting.

Sá Pinto continua a ter uma palavra a dizer neste campeonato e está a conseguir atingir os objectivos que tantos outros falharam. Sá Pinto é leão, está a mostrar a sua raça, e provou que em Alvalade (pelo menos desta vez) quem manda é o Sporting. E não é apenas nos resultados. O trabalho de Sá pinto nota-se na interação com a equipa e no respeito demonstrado pelos jogadores.

Opinião

Editorial

Obrigado Ronaldo

A paixão que desperta, mesmo em quem desgosta do futebol, tornam Cristiano Ronaldo no único candidato possível ao título de Bola de Ouro.