Rugby

07-05-2017 11:05

Capitão da Nova Zelândia sob suspeita de ter consumido drogas

Jesse Bromwich vai deixar de capitanear os 'All Blacks' depois de alegadamente ter consumido cocaína.
Jesse Bromwich, capitão da selecao de rugby da Nova Zelândia
Foto: DR

Jesse Bromwich era o capitão da seleção de rugby da Nova Zelândia

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Terá sido depois da derrota contra a Austrália, na passada sexta-feira que tudo ocorreu. Jesse Bromwich está a ser acusado de ter consumido drogas e vai deixar de ser capitão da seleção de rugby da Nova Zelândia.

Segundo avança a BBC, o jogador terá consumido as drogas que foram compradas por Kevin Proctor, seu colega de seleção.

Bromwich foi suspenso pelo seu clube por duas partidas e terá de ter aconselhamento psicológico e integrar um curso de reabilitação.

Na seleção, tanto a administração como os jogadores mais velhos irão discutir as sanções a aplicar aos dois jogadores, visto que foi "quebrado o código de conduta" da seleção. Existe a hipótese dos dois jogadores falharem o Campeonato do Mundo, que se realiza este ano.

O próprio Bromwich sente-se muito envergonhado por aquilo que aconteceu.

"Eu percebo que sou um exemplo para os jogadores jovens e as minhas escolhas erradas não reflectem os meus valores pessoais", terá dito o jogador.

"Arrependo-me de ter feito a escolha de sair com os meus companheiros até às primeiras horas da manhã de sábado, tal como consumir uma quantidade excessiva de álcool", refere.

"Assumo totalmente a responsabilidade pelas minhas escolhas erradas", afirmou Bromwich.

Kevin Proctor, por outro lado, terá de se apresentar perante a administração do seu clube e foi suspenso até que seja tomada uma "decisão final" sobre o cargo.

Ele referiu, em comunicado, que está "extremamente envergonhado e lamenta todo o dano que fez ao jogo e à minha reputação pessoa desde o jogo de sexta-feira em Canberra".

"Depois do jogo, voltámos para o hotel da equipa da Nova Zelândia e tivemos um jantar tardio"

"Depois do jantar, fomos para um bar para tomar algumas bebidas. O resto da noite é uma mancha porque eu bebi demais antes do incidente que causou todos os problemas", acrescentou o jogador dos Gold Coast Titans.

"Nunca tive este tipo de problemas na minha carreira, nunca falhei num teste de drogas, e lamento muito ter desiludido toda a gente por perder o controlo das minhas decisões pessoais por ter bebido muito álcool", afirma o jogador.

As suspeitas sobre os dois jogadores surgiram depois de câmaras de vigilância ter capturado um homem a preparar a substância, antes de dar a droga a Bromwich e Proctor, que terão tomado a droga.

Conteúdo publicado por Sportinforma