Voleibol Feminino

01-04-2017 21:48

AVC Famalicão vai disputar a final da Taça de Portugal

Equipa de Famalicão impôs-se pelos parciais de 25-11, 25-16 e 25-20.
Voleibol Desporto
Foto: PixaBay

AVC Famalicão vai disputar a final da Taça de Portugal

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O campeão nacional AVC Famalicão apurou-se hoje para a final de domingo da Taça de Portugal de voleibol feminino, ao vencer o GC Vilacondense, por 3-0, no Pavilhão Desportivo Municipal da Póvoa de Varzim.

Frente ao líder da Série dos Primeiros da II Divisão, o AVC Famalicão impôs-se pelos parciais de 25-11, 25-16 e 25-20, e vai disputar a final da Taça de Portugal com o vencedor do jogo Leixões-Escola Pedro Eanes Lobato.

Com a calma própria dos campeões nacionais e detentores da Taça em título, o AVC Famalicão chegou com facilidade a uma vantagem substancial (5-0, 8-1) no primeiro ‘set’, fruto dos serviços de Vanessa Rodrigues e da segurança no ataque/bloco de Luana Gomes e Sthéfanie Tiele.

A equipa vilacondense demorou a acalmar-se e, quando procurou assentar o seu jogo, viu que já era demasiado tarde (19-4), de nada valendo as ações no serviço de Joana Fonseca.

Um ataque logo seguido de um serviço direto de Ana Freches ainda amenizou a diferença, mas o AVC Famalicão selou o parcial com o resultado de 25-11, com um bloco de Ana Rita Novais.

O segundo parcial foi totalmente diferente, já que o GC Vilacondense reagiu bem a uma desvantagem inicial (0-2) e, com as ações de Ana Macedo junto à rede, chegou em vantagem ao primeiro tempo técnico (8-7).

Com Yana Shevchuk a servir e Ana Novais a atacar, o AVC deu a volta ao marcador (13-10, 16-11) e, pese embora a réplica dada pela jovem equipa vilacondense, liderada em campo pela experiente Ana Freches, partiu para novo triunfo, selado pela capitã Luana Gomes, aos 25-16.

O terceiro parcial foi novamente equilibrado no seu início (4-4), mas Yana Shevchuk logrou dar vantagem às famalicenses à chegada à primeira paragem obrigatória (8-6).

Um serviço direto da número 11 do AVC cavou ainda mais o fosso pontual (11-6), praticamente sentenciando o jogo, que terminaria com o triunfo do AVC por 25-20 e a preença na final de domingo.

Ana Rita Novais e Ana Freches foram as melhores pontuadoras do jogo, ambas com 12 pontos.

Conteúdo publicado por Sportinforma