O 1º de Agosto colocou um recurso à Federação Angolana de Futebol (FAF), onde recusa-se a jogar quarta-feira, em Calulo, em partida referente aos oitavos de final da Taça de Angola em futebol, diante do Recreativo do Libolo do Cuanza Sul.

No documento, o clube militar alega ter havido alteração na ordem do emparceiramento inicial, que sorteou os rubros e negros como anfitriões do desafio, daí que esperam pela rectificação do mesmo, informou hoje à Angop o seu director-geral, Fernando Barbosa.

Referiu que o conselho técnico da FAF decidiu trocar o local do encontro devido à ausência do delegado do 1º de Agosto no acto do sorteio, uma medida que considera injusta pelo facto do regulamento da prova não prever a mesma sanção.

Neste momento, segundo informou, esperam um veredicto do Conselho Jurisdicional da FAF, em virtude de o jogo estar adiado sine-die.

Já estão apuradas sete formações para os quartos de final, nomeadamente Petro de Luanda, Kabuscorp do Palanca, Interclube, FC Bravos do Maquis, Domant FC, Progresso do Sambizanga, Sagrada Esperança.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.