A seleção angolana de sub-17 conta oficialmente com apoios da petrolífera francesa Total E&P Angola, após um protocolo estabelecido, em Luanda, entre a federação angolana da modalidade (FAF) e a empresa.

O documento foi assinado na última sexta-feira pelo presidente da FAF, Artur Almeida, e o diretor-geral da petrolífera, Laurent Maurel, na presença de membros do organismo que tutela o futebol no país, e dirigentes de clubes de Luanda, segundo noticia o Jornal de Angola na sua edição desta segunda-feira.

A parceria consiste em apoio financeiro e tem, entre outros, o propósito de melhorar o desempenho e cumprimento dos objetivos desta seleção em competições internacionais.

A selecção sub-17 já teve apoio desta empresa no Campeonato Africano das Nações (CAN2017), disputado em Mmio último, no Gabão, embora o acordo tenha sido rubricado sexta-feira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.