Um projecto que visa detetar talentos nas comunidades, a ser desenvolvido em colaboração com o Sagrada Esperança, é dos principais desafios da Associação Provincial de futebol da Lunda Norte, apurou recentemente a agência Angop, no Dundo.

De acordo com o presidente da instituição recentemente eleito para o quadriénio 2020/24, Ernesto Lotina, a execução das acções será feita por via da disputa de campeonatos juvenis e juniores, onde especialistas identificarão talentos para enquadra-los na colectividade lunda.

A aposta na revitalização dos campeonatos internos (gira-bairro e outros torneios) em vários escalões, massificação no interior da província, bem como a formação de treinadores e agentes desportivos figuram, igualmente, entre os desafios do elenco.

Eleito na última semana, em lista única, num pleito em que participaram o FC do Chitato, Clube e Académico do Fundo, Anjos do Camaquenzo, Grupo Desportivo Sagrada Esperança e Estufa City FC, o ex-arbitro substituiu Lourenço Muvuma, que liderou a APF desde 2012.

Composição dos corpos sociais:

Assembleia-geral - Gastão Cahata (presidente), Inocência Costa (vice-presidente) e Adriana Fernandes (secretária).

Direcção - Ernesto Lotina (presidente), Iamvua André (1º vice-presidente), Paulo Mulondo (2º vice-presidente) e Venâncio Camaxe (secretário-geral).

Conselho fiscal - Adolfo Cabeia (presidente), Anderson Canhica e Imvua Mbanza (vogais).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.