O médio ofensivo Ary Papel pondera rescindir o vínculo contratual com o Zamalek do Egipto, alegadamente por conta de quase três meses de atraso salarial e falta de comunicação com o clube árabe.

Em recentes declarações à imprensa egípcia, o atleta, que assinou por três épocas, afirmou ter tentado comunicar com o diretor da agremiação por telefone e por mensagens, mas até à data não obteve resposta.

Por isso, considera-se desrespeitado e pondera rescindir o acordo por justa causa, caso a situação se mantenha até segunda-feira próxima.

O ex-atleta do 1.º de Agosto explicou que falará com o seu empresário para estudar as opções existentes e optar por outra coletividade, porquanto sem os ordenados enfrenta dificuldades.

Por altura da sua contratação, a imprensa local anunciou que o jogador embolsaria por ano cerca de 700 ou 800 mil dólares americanos em salários.

Foi noticiado estar prevista a sua viagem para o Cairo após estarem disponíveis os voos internacionais, dada a situação da covid-19.

Ary Papel integra a convocatória da seleção angolana, divulgada nesta terça-feira, para um estágio no mês de Outubro em Portugal, onde defronta a Guiné - Bissau (dia 11) e Moçambique (dia 13), para a data FIFA.

Até altura da anulação do Campeonato Nacional “Girabola2019/20”, devido à covid-19, o jogador de 26 anos de idade tinha 10 golos marcados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.