O golo de Geraldo foi suficiente para confirmar a qualificação do 1º de Agosto às meias-finais da taça de Angola em futebol, esta tarde no estádio 11 de Novembro, em Luanda, para a segunda mão dos quartos-de-final desta competição.

Este tento apontado aos 80 minutos Geraldo, que entrou para o lugar de Vado, aumentou as esperanças da equipa militar, após ter entrado em vantagem, face ao empate (1-1) obtido no primeiro jogo desta eliminatória.

Com uma fraca assistência no recinto de jogo com cerca de duas mil pessoas, o estádio tem a capacidade para albergar 50.000 espectadores, os dois conjuntos entraram para o relvado com o único objetivo de atingirem as meias-finais

Aos nove minutos, o 1º de Agosto criou a primeira situação de golo, por intermédio de Chow, na sequência de um ponta pé de canto cobrado por Bua do lado esquerdo, mas a bola embateu no posto direito. Na insistência Diogo Rosado também não teve sorte para introduzir a bola na baliza defendida por Nelson.

Aos 20 minutos, o 1º de Agosto criou mais duas situações de golos, primeiro por Bua numa situação privilegiada não conseguiu bater o guarda-redes do Interclube, e Diogo Rosado que de avançado transformou-se em defesa da equipa contrária ao impedir a trajetória da bola que ia em direção à baliza.

A passagem do 30º minuto, a equipa do 1º de Agosto reclamou uma grande penalidade por alegadamente um defensor do Interclube ter impedido o seguimento da bola com a mão, mas o antigo árbitro Pedro dos Santos deu sequência do jogo.

Este resultado nulo foi até ao intervalo da partida que decidiu o primeiro semifinalista da segunda maior competição futebolística em Angola.

No reatamento, os dois técnicos não fizeram nenhuma alteração nas equipas iniciais, mas alguns jogadores intensificavam os exercícios de aquecimentos para eventual substituição.

Aos 52 minutos, assinalou-se o regresso do cabo-verdiano Rambé aos relvados, após três jogos de ausência por lesão.

Aos 80 minutos, o 1º de Agosto inaugurou o marcador por intermédio de Geraldo, numa triangulação dentro da área que envolveu também Bua e Rambé.

Este resultado tangencial foi até ao final do tempo regulamentar (90+4) da partida dirigida por Pedro dos Santos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.