O Progresso do Sambizanga apurou-se esta quarta-feira para as meias-finais da Taça de Angola em futebol, ao derrotar o Kabuscorp do Palanca por 3-1, no jogo referente a segunda mão dos quartos de final, disputado no estádio dos Coqueiros.

Sem hipóteses na conquista do título nacional, as duas formações entraram determinantes em passar à fase seguinte, com sucessivas jogadas ensaiadas de ambos os lados, mas a falta de serenidade na finalização ditava os sucessivos falhanços.

Passados vinte e cinco minutos, os “sambilas” procuravam acertar o seu jogo no meio campo, obrigando o adversário a baixar as suas linhas defensivas.

Nesta fase, Silva assistiu o seu colega Vá que na desmarcação driblou o seu oponente directo, efectuando um cruzamento para Celso “empurrar” a bola na baliza defendida por Rubian.

Apesar do golo sofrido, a equipa do bairro Palanca não baixou os braços, criando várias situações de golo, por intermédio de Mongo e Lami, que eram os mais inconformados com o resultado.

Dez minutos depois o Kabuscorp igualou a partida através do defesa Nari, que na sequência de um livre batido por Mongo, apareceu isolado para introduzir a bola na baliza dos sambilas.

Aos 44 minutos, a formação do Palanca criou mais duas situações de golos, primeiro por Nelito que numa situação privilegiada rematou a escassos metros da baliza defendida por Tati, depois por Magola, que após um passe subtil de Lami testou os reflexos do guardião sambila.

No reatar da partida, o progresso entrou bastante agressivo no sector ofensivo procurando maior entrosamento entre os jogadores mais avançados.

Aos 52 minutos os sambilas voltam a alterar o marcador por intermédio do avançado Yano, numa triangulação no corredor esquerdo com Vá.

Passados 68 minutos, Mongo viu o seu golo anulado pelo juiz da partida, António Caxala, decisão que criou alguma instabilidade no relvado, tendo paralisado a partida por largos minutos.

Com o golo anulado, a formação do Palanca ressentiu-se e baixou as suas linhas defensivas, permitindo que o adversário criasse inúmeras oportunidades de golo.

Aos 80 minutos, Vá, livre de marcação, ampliou o marcador após um passe rasgado de Silva, para o descontentamento da equipa afeta ao bairro Palanca.

Com este resultado, o Progresso do Sambizanga defronta no próximo jogo o 1º de Agosto, na segunda maior prova do país.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.