Ao afastar o D’Brands por 3-0, a equipa da Ilha do Cabo apurou-se para a final internacional do torneio, que terá lugar no dia 9 de Julho, na cidade natal do jogador, Praia Grande, São Paulo.

Com o tempo de 10 minutos corridos em cada jogo, todas as equipas competiram na final nacional da competição, no Campo da Simportex, em Luanda, com sete jogadores, dos quais dois suplentes.Jogaram sem guarda-redes no sistema de redução:sofre um golo perde igual número de jogador em campo.O torneio, que admitia atletas dos 16 aos 25 anos de idade e acolheu cerca de 600 jogadores, decorreu em diversos campos multiusos da capital e contou com oito provas qualificativas, sendo que em cada uma delas, duas equipas foram apuradas para a final, 16 no total.

Os prémios não envolveram dinheiro, mas foi entregue um troféu ao grande vencedor angolano, Ilha do Cabo FC, que deverá viajar para o Brasil uma semana antes da final internacional.

Bilhete de passagem para o Brasil, alimentação, alojamento, transporte e outros serviços estão garantidos, tal como afirmou Margarida Gonçalves, membro da organização, que falou sobre a prova e resumiu o histórico de Neymar.

“Ficamos extremamente surpreendidos e satisfeitos pela adesão das pessoas e qualidade dos jogadores. A história de Neymar, que vivia num bairro pobre e que hoje é uma estrela, é inspiradora para muitos atletas no mundo”, salientou.

Por sua vez, o treinador e capitão da Ilha do Cabo FC, Eritson Miguel, realçou que a sua equipa tudo vai fazer durante a preparação com a missão de vencer, mas reconheceu que não será fácil, porque a prova envolve muitas equipas com tradição forte no futsal.

Além da Ilha do Cabo FC e D’Brands, participaram na peleja o Atlético de Viana, Boca Junior, Bacos FC, Carga FC, Kwany Monho, Team Strong, Team de Sonho, Pernambuco, Perna de Pau, Fúria da Bola, FC dos Combatentes, QTC, YSSTB e Zulu FC.

Dos 45 países que fazem parte da prova com o nome de Neymar, o continente africano participa com três: Angola, África do Sul e Ilhas Maurícias.

Segundo a organização, além de Angola e Portugal, muitos países também já têm finalistas nacionais, apesar de outros ainda não terem realizado a competição.

Depois do Brasil, a grande final internacional do torneio acontecerá em Barcelona, Espanha, cujo campeão será convidado especial de Neymar para assistir a um jogo da equipa, em Camp Nou.

De recordar que, em 2015, Angola também participou no Torneio Internacional de Basquetebol, organizado pela Red Bull, cuja grande final aconteceu em Istambul, na Turquia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.