Os últimos sete dias de actividade desportiva registaram o esvair-se das esperanças de Angola chegar ao CAN2017, após segunda derrota dos Palancas Negras no torneio de apuramento (grupo B).

Apesar uma mobilização popular notável, que levou a lotação dos 50 mil lugares do estádio 11 de Novembro, a selecção nacional averbou a segunda derrota - com o mesmo adversário, RDC -, e ficou longe do apuramento directo a Taça das Nações de janeiro próximo no Gabão.

A cinco pontos do primeiro lugar, depois de duas derrotas sucessivas antecedidas de um triunfo e um empate, Angola vai agora apostar em ser um dos melhores segundos dentre 13 candidatos.

Internamente, o 1º de Agosto, a equipa que mais "municiou" os Palancas Negras nesta campanha, acabou perdendo pela primeira vez, embora mantenha a liderança do Campeonato nacional. (Girabola).

Os rubro-negros, até então invicto com cinco triunfos, 15 pontos, "cairam" na sexta jornada na visita ao último classificado, que assim somou por vitória pela primeira vez esta época.

O Desportivo da Huíla confirmou o estatuto de equipa sensação do Girabola2016 ao receber e vencer o Interclube por claros 2-0 e com isso retornou à segunda posição a dois do lider.

Resultado surpreendente também foi o triunfo (1-0) do Sagrada Esperança em casa diante do Petro de Luanda, pelo o histórico deste.

No basquetebol, a federação angolana considerou improcedente o recurso do Petro de Luanda no caso Yannick, em que o clube campeão nacional de africano considera dentro da lei a incrição do poste de 2,11 metros.

No andebol, a federação realizou a apresentação oficial da taça de África das nações em femininos, marcada para Novembro em Luanda.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.