O Sagrada Esperança da Lunda Norte e o Petro de Luanda empataram, nesta quarta-feira, a uma bola, em jogo da primeira mão dos oitavos-de-final da Taça de Angola em futebol, disputado no Dundo.

Pouco criativas, sobretudo nas transições ofensivas, as duas equipas pareciam estar num jogo treino ou de reconhecimento do relvado, com contra-ataques precipitados e sucessivas perdas de bolas.

Mas a partir do minuto 15, o Petro de Luanda transfigurou-se e foi a equipa que mais iniciativa de jogo teve, criando inúmeras dificuldades ao último reduto dos Lundas.

Aos 20 minutos, Megue, através de um livre directo, rematou forte e fez o primeiro golo da partida, sem dar hipótese de defesa ao guarda-redes Langang.

Daí em diante, assistiu-se a um Petro mais concentrado, chegando inúmeras vezes com facilidade ao sector mais recuado do adversário, facto que provocava ainda mais nervosismo ao conjunto Lunda.

No reatar da partida as equipas entraram equilibradas, com o Sagrada Esperança atrás do golo do empate e o Petro tentando ampliar a vantagem.

Mas foi o Sagrada quem chegou ao golo de empate aos 52 minutos, por intermédio de Cachi, que numa jogada de contra-ataque rápido rematou forte (1-1) , surpreendendo o guarda-redes Gerson.

Com este golo, os Lundas, mais galvanizados, chamaram a si o domínio do jogo, obrigando Toni Cosano a fazer algumas alterações no ataque, colocando em campo, aos 66 minutos, Yano e Isaac, sem, no entanto, obter o efeito desejado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.