Aumentaram para 27 o número de casos de COVID-19 detetados no interior do Flamengo. De acordo com a imprensa brasileira, Domènec Torrent, sucessor de Jorge Jesus no comando técnico do 'mengão' é o mais recente caso confirmado no emblema brasileiro.

O novo caso surge depois do Flamengo ter viajado ao Equador para defrontar o Barcelona de Guayaquil, jogo que venceu por 2-1 apesar das várias ausências devido ao surto no clube. O emblema equatoriano já tomou medidas de emergência e colocou toda a equipa em isolamento até à realização de testes, marcada para a próxima sexta-feira.

Além do treinador do Flamengo, também o presidente do clube, Rodolfo Landim e o vice-presidente, Marcos Braz, testaram positivo para o novo coronavirus. No total o Flamengo contabiliza 27 casos positivos, 16 dos quais pertencentes a jogadores do plantel.

Com apenas 10 jogadores do plantel principal disponíveis para a partida frente ao Palmeiras, marcada para o próximo domingo, o Flamengo foi obrigado a chamar jogadores dos sub-20 para preparar a partida. O emblema 'rubro-negro' fez um requerimento à Confederação Brasileira de Futebol  (CBF) para o adiamento da partida, algo que de acordo com a imprensa brasileira não é aceite pelo Palmeiras e deverá ser negado pela CBF.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.