A notícia é do portal UOL Esporte, que revela que Jesus recebeu apenas um voto para o prémio de melhor treinador do mundo, numa eleição que terá como finalistas Hans-Dieter Flick, Jurgen Klopp, Zinedine Zidane, Julen Lopetegui e Marcelo Bielsa.

De acordo com a mesma fonte, o técnico foi escolhido para o terceiro lugar, mas não se sabe a identidade de quem votou no português-

Os brasileiros não se conformam com o facto do treinador vencedor da Libertadores e que apenas perdeu o Mundial de Clubes tenha ficado esquecido.

"Ok. O futebol que se joga na Europa é outro patamar. Muito à frente do que se pratica na América do Sul. Mas tudo tem um limite. Ao divulgar os indicados para os prémios de uma temporada entre julho de 2019 e outubro de 2020 a Fifa se superou na cegueira. Não é possível ignorar o que o Flamengo fez. Não só pelos títulos e por ter encarado sim o Liverpool na final do Mundial. Mas por enfim um clube brasileiro jogar um futebol digno do que se joga na Europa", pode ler-se num artio de opinião de Paulo Cobos no portal ESPN.
"Pior é a lista com os 5 indicados a melhor treinador da temporada. Nela estão o espanhol Julen Lopetegui e o argentino Marcelo Bielsa. O primeiro teve como 'maior façanha' conquistar a Liga Europa pelo Sevilha. Sendo que o Sevilha ganha essa competição como muda de uniforme a cada temporada. Bielsa é um dos maiores génios dos bancos, mas comparar o título da segunda divisão inglesa com o que fez Jorge Jesus no Flamengo é bizarro. Não é possível ignorar a temporada perfeita do português no futebol brasileiro e sul-americano. Ela não foi feita com um futebol pragmático, medroso. O Flamengo jogou muita bola. Dizer que Lopetegui fez mais do que Jesus é balela", acrescenta.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.