O presidente da Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santiago avançou na passada segunda-feira que o Estádio Municipal de São Martinho Grande e Polidesportivo de Cidade Velha estão avaliados em 50 mil contos, obras que vão dinamizar o desporto local.

Manuel de Pina fez este anúncio à Inforpress após o acto de descerramento de duas placas de obras, sendo a primeira fase da construção do Estádio Municipal de São Martinho Grande e Polidesportivo da Cidade Velha.

Na ocasião explicou que as duas infra-estruturas vão “dinamizar e dignificar ainda mais” o município em matéria de desporto, considerando que o Estádio Municipal “é fundamental” para a prática do futebol, atendendo a quantidade de praticantes, além de outros benefícios para a comunidade.

“Isso vem complementar obras que estão a ser feitas em todo povoado, estamos com uma política de termos placas desportivas em todas as localidades, ou seja, num processo de infra-estruturação do município e isso trás uma auto-estima bastante elevada à população”, afirmou.

Conforme apontou, as obras já se iniciaram e a empresa responsável tem o adiantamento da primeira parcela do contrato, com o prazo estipulado de três meses para a finalização da primeira fase.

“Todo o investimento está montado, já temos o dinheiro disponível para estas duas obras, parte financeira não vai ser problema, ficando apenas a empresa responsável executar dentro do prazo acordado”, referiu.

Por outro lado, o autarca sublinhou que Ribeira Grande de Santiago está em obras, com “projectos estruturantes” de requalificação urbana em várias localidades, destacando os trabalhos já iniciados em Calabaceira e Botarama e estrada que liga Cidade Velha Santana, “todas feitas em parceria com o Governo”.

“Vai arrancar obras Chã de Igreja, com peso de dar uma nova auto-estima ao município e isso tudo feito em parceria com o Governo que tem vários projectos para os municípios de Cabo Verde”, concretizou.

Os moradores também se mostraram satisfeito com o descerramento de duas placas, considerando que este é “um sonho antigo da comunidade”, uma vez que “há grande a dinâmica” no desporto da localidade.

“Nós temos uma equipa e uma escola de futebol na região, há muito vínhamos reivindicando esta infra-estrutura, que agora se materializa, para a satisfação da comunidade, disse o morador Nelson Aparício.

De acordo com a autarquia,  o objectivo é “fazer um avultado investimento” em prol da sua comunidade, auto sustentável, com “apostas conscientes e assertivas” concretizadas no presente e, dando ferramentas necessárias para que sejam formados os “futuros atletas e potenciais campeões de amanhã”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.