Cabo Verde pode ser o primeiro país africano a receber, no próximo mês de julho, uma clínica de futebol do Real Madrid, de Espanha, para cerca de 500 jovens futebolistas.

A informação foi avançada esta quarta-feira pela responsável do clube espanhol para gerir os Campus da Fundação Real Madrid, Juan Carlos Seoane, que se encontra em Cabo Verde para contactos com os responsáveis, no sentido de desenvolver no próximo mês de julho uma clínica intensiva de futebol.

O objectivo, segundo o responsável, é trazer a Cabo Verde os “valores” de Real Madrid no que se refere ao futebol, assim como valorizar o futebol de base no país.

“Estamos em contacto com as autoridades cabo-verdianas para que se envolvam nesse projecto, no sentido de chegar a um maior número de crianças possível e o ideal seria no mínimo 550 participantes “, revelou o responsável.

Juan Carlos Seoane adiantou que será a primeira vez que esse projecto vai ser realizado num país africano, informando que iniciativas do género já foram realizadas em países de Europa, América e Ásia.

“Real Madrid está a entrar em África através de Cabo Verde. Vai ser o primeiro país africano a receber uma clínica de futebol do clube”, informou este antigo internacional espanhol, esclarecendo que essas iniciativas de futebol são feitas pelos responsáveis locais, com o apoio da Fundação Real Madrid.

Por isso, informou que normalmente essa clínica vai ser ministrada por antigos jogadores do Madrid ou futebolistas conceituados a nível europeu ou mundial, sempre com a ideia de formar e deixar a ideia e os valores do clube.

Juan Carlos Seoane pretende durante a sua estada em Cabo Verde reunir com os ministros do Desporto e do Turismo, uma vez que, conforme considerou, essa iniciativa poderá ter uma repercussão mediática de Cabo Verde com a associação à marca Real Madrid.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.