Os clubes de futebol em Santo Antão – Sul exigiram à Câmara de Porto Novo a regularização dos subsídios referentes à época 2016/2017, sem os quais terão sérias dificuldades para iniciar a pressente temporada.

Os representantes dos clubes pediram ao presidente da Associação Regional de Futebol em Santo Antão – Sul, Fernando Lima, para convencer a autarquia da necessidade de disponibilizar os subsídios referentes à época transata.

Segundo os clubes, dos 700 contos prometidos pela câmara municipal na temporada 2016/2017, foi disponibilizada, até agora, apenas metade desse montante, pelo que urge, antes do arranque das competições na presente época, o pagamento dos restantes 50% dos subsídios.

Os nove clubes federados nesta região desportiva têm enfrentado muitas dificuldades para participar nas provas, por causa de problemas financeiros.A maioria das equipas conta apenas com o subsídio da edilidade para poder competir.

Para a temporada 2017/2018, que arranca em Santo Antão – Sul a 11 de novembro, com o torneio de abertura, cada um dos seis clubes inscritos deverá receber 100 contos da Câmara do Porto Novo.

O líder associativo disse ter abordado a questão dos subsídios com o presidente da câmara, Anibal Fonseca, que se comprometeu a regularizar a situação ainda este mês de outubro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.