A Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) espera o parecer da Direcção Nacional da Saúde e do Instituto Nacional de Saúde Pública para começar a planificar a época desportiva 2020/2021, revelou este sábado o seu presidente.

Em declarações à Inforpress, à margem da assembleia-geral ordinária da FCF, que decorre este sábado, na Cidade da Praia, Mário Semedo avançou que o assunto já foi socializado com o Instituto Nacional de Saúde Pública e a Direcção Nacional da Saúde e que na próxima semana poderão ter uma resposta sobre a retoma do futebol.

“Já enviarmos o e-mail à Direcção Nacional de Saúde colocando todas as questões sobre a retoma do futebol para que possamos também e juntamente com as associações planificar a época desportiva”, referiu o presidente da FCF, que disse que neste momento “o fundamental” é a segurança sanitária.

Mário Semedo avançou que durante o encontro deste sábado, vai ser analisado e avaliado o relatório de actividades e relatório de contas referente ao ano transacto, que só foi apresentado agora devido à situação da pandemia da covid-19.

Consta ainda da agenda a apresentação do novo regulamento disciplinar e das competições, que, segundo o presidente, são reestruturações que se impõem para acompanhar as novas exigências do futebol nacional, mas também para seguir algumas recomendações da Federação Internacional de Futebol (FIFA, na sigla em inglês).

A ideia é que esse novo regulamento seja introduzido na época desportiva deste ano.

A assembleia-geral ordinária vai ser presencial para algumas associações regionais e por videoconferência às que não podem viajar à Cidade da Praia, face à situação epidemiológica do arquipélago.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.